Jovem é intubada na UTI após ser agredida e jogada em viela, em SP

De acordo com família de Andressa dos Santos Freitas, companheiro da dela é o principal suspeito de ter praticado a violência em Guarujá Cré...

De acordo com família de Andressa dos Santos Freitas, companheiro da dela é o principal suspeito de ter praticado a violência em Guarujá

Créditos: Metrópoles / Com informações do G1

São Paulo – Uma jovem de 26 anos foi internada em uma unidade de terapia intensiva (UTI) depois de ser encontrada desacordada e com marcas de agressão em Guarujá, litoral de São Paulo. A família de Andressa dos Santos Freitas disse nesta quinta-feira (28/7) que o principal suspeito do crime é o companheiro dela, que teria apresentado comportamento agressivo e possessivo.

Foto: Reprodução

Andressa foi encontrada no chão de uma viela de um conjunto habitacional no bairro Santo Antônio. De acordo com a Polícia Militar, após a agressão, a jovem foi levada à Unidade de Pronto Atendimento Rodoviária e transferida para o Hospital Santo Amaro, ambos no município. O estado de saúde dela é considerado estável.

Mãe da jovem, Roberta Cristina Neves dos Santos, de 45 anos, disse ao G1 que Andressa e o companheiro, que não teve a identidade divulgada, estão juntos há cerca de dois anos.

Ela contou que o casal teria ido ao conjunto habitacional para buscar o filho, de 1 ano, na casa de uma tia da jovem. A criança teria passado a noite com a parente enquanto os pais estavam em um “baile”.

“Pessoas do conjunto habitacional me disseram que a viram chegando de Uber junto com ele [o genro]. O carro parou, e ele estava alterado. Bateu a porta com tudo”, disse Roberta, ao G1.

Segundo ela, a filha foi encontrada no chão do local por uma vizinha e levada à UPA no carro de outro morador.

A mãe de Andressa disse que o companheiro da filha teria provocado as agressões por causa de ciúmes. Vizinhos contaram que o homem voltou ao local de bicicleta, vestindo outras roupas e assustado.

Veja também:
Por meio de nota, a PM informou que foi acionada para atender a uma “ocorrência de agressão” na UPA Rodoviária. “Ao chegar à unidade de saúde, os policiais viram que a vítima havia sido transferida para o Hospital Santo Amaro (HSA), pois havia a necessidade de atendimento por um médico neurologista”, diz o texto.

Como Andressa estava intubada, segundo a PM, os policiais fizeram contato com a tia da vítima, que informou não ter presenciado os fatos. De acordo com a corporação, o companheiro também passou por atendimento médico, mas nenhuma lesão foi constatada e o homem, inclusive, “nada declarou aos policias”.

Um boletim de ocorrência foi registrado no Distrito Policial (DP) sede de Guarujá.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira

Related

Brasil 6162767611253070752

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item