This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Opositor a Ivo Gomes, Oscar Rodrigues registra candidatura e patrimônio de R$ 15 milhões



Oscar Rodrigues, nome escolhido pelo MDB para a disputa pela Prefeitura de Sobral, na Região Norte do Ceará, registrou candidatura junto à Justiça Eleitoral, ao lado de seu vice, o vereador Zé Vytal. A chapa é uma composição pura emedebista, e a coligação recebeu o nome de “Pra mudar Sobral de verdade”.

Em 2016, a eleição municipal teve o nome do filho de Oscar, Moses Rodrigues, na disputa. Na época, ele também concorreu pelo MDB, na ocasião, PMDB.

Oscar conta com o maior patrimônio entre os candidatos à Prefeitura: R$ 15 milhões (R$ 15.099.762,09). O maior bem de Rodrigues são as 1 mil cabeças de gado, avaliadas em R$ 8 milhões.

Zé Vytal, por sua vez, conta com bens registrados na ordem de R$ 216.000,00. O patrimônio é superior ao de 2016, quando possuía R$ 134.300,00.

Repórter Ceará (Foto: Divulgação/INTA)

Ninguém acerta as seis dezenas e Mega-Sena vai a R$ 50 milhões; veja números

Quina teve 126 acertadores e cada um vai receber o prêmio de R$ 27.380,62

Agência Brasil

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas nesta quarta-feira (23) à noite no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. Os números sorteados no Concurso 2.302 foram 18, 22, 25, 27, 43, 44.



A quina teve 126 acertadores e cada um vai receber o prêmio de R$ 27.380,62. Os 6.684 ganhadores da quadra terão o prêmio individual de R$ 737,35. A estimativa de prêmio do próximo concurso, no sábado (26), é de R$ 50 milhões.

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50. A probabilidade de ganhar o prêmio milionário, com a aposta simples, é de 1 em 50.063.860, de acordo com a Caixa.

Alerj aprova impeachment de Wilson Witzel por unanimidade

 Governador é acusado de fraudes no sistema de saúde do Rio.


A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou de forma unânime, por 69 votos a favor e nenhum contra, o relatório que pede o impeachment do governador afastado Wilson Witzel. A sessão, realizada nesta quarta-feira (23), reuniu 69 deputados, presencialmente ou de forma remota. Um deputado está afastado por problema de saúde.

O projeto precisava de um mínimo de 47 votos para ser aprovado. A resolução será publicada em Diário Oficial nesta quinta-feira (24) e o Tribunal de Justiça (TJ) será comunicado para dar início à formação do Tribunal Misto. O tribunal é formado por cinco deputados eleitos pela Alerj e cinco desembargadores eleitos por sorteio pelo TJ. A partir da formação do tribunal, o governador é afastado por até 180 dias enquanto os seus membros analisam a questão.

Witzel, que desistiu de comparecer presencialmente à Alerj, falou por videoconferência ao final dos discursos de 28 deputados, todos com críticas a ele. O governador afastado falou por cerca de 60 minutos. Ele se defendeu, dizendo que foi um julgamento injusto: “Estou sendo linchado moral e politicamente, sem direito de defesa. A tirania escolhe suas vítimas. Felizmente a história mostra que mártires nunca morrem”. Citou o Sermão da Montanha, “bem-aventurados os que têm fome e sede de Justiça, porque eles serão fartos”.

Witzel também falou sobre a democracia, criticando a forma como ele foi afastado pela Justiça: “Estamos matando a nossa democracia. O bem maior é o voto. O respeito e a força do voto estão sendo solapados. Eu fui afastado sem o direito de falar, sem inquérito prévio. Estou sendo afastado por 180 dias, em pleno exercício do mandato, outorgado pela população. Não pude exercer o meu amplo direito de defesa”.

Witzel adotou um tom forte, por vezes com ataques ao Legislativo: “Eu jamais fui omisso em ouvir e procurar corrigir. Quantos deputados foram investigar as OSs [organizações sociais]? Se tinha pagamento irregular, os senhores e as senhoras também foram omissos. Muitos aqui jamais me procuraram. Só falam da tribuna, só reclamam, mas não trazem solução nenhuma. Só fazem projetos autorizativos, atos politiqueiros”.

O governador afastado encerrou dizendo que não se importava de ser julgado, porque tinha a convicção que jamais havia praticado ato ilícito: “Não encontraram um centavo na minha conta. Eu não tenho milhões. Só tenho a minha casa no Grajaú. Eu já estou julgado, previamente condenado. Estou sendo amputado do meu cargo. Estou sendo linchado politicamente, de uma forma muito triste. Eu não vim aqui para roubar, vim aqui para mudar a política. E a política não vai me mudar”.
Processo

O início do processo de impeachment de Witzel foi aprovado em 10 de junho, por 69 deputados, de um total de 70 parlamentares . Ele é suspeito de envolvimento em compras fraudulentas e superfaturadas de equipamentos e insumos para o combate à pandemia de covid-19.

Witzel foi alvo, no dia 26 de maio, da Operação Placebo, autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que investiga corrupção na compra de equipamentos e insumos para o combate à pandemia no estado. Além dele, também foram alvos a primeira dama, Helena Witzel, a empresa Iabas, que presta serviços de saúde, e outras pessoas. Os policiais federais chegaram a realizar buscas no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governador, e na casa da família Witzel, no bairro do Grajaú.

Dias antes, o seu então secretário de Saúde, Edmar Santos, já havia sido afastado do governo, por acusações de desvios na pasta, em favor de grupos empresariais, com o recebimento de propinas .

Witzel foi afastado do poder, por 180 dias, no dia 28 de agosto, no âmbito da Operação Tris in Idem, um desdobramento da Operação Placebo, que investiga atos de corrupção em contratos públicos do governo do Rio de Janeiro. A ação foi autorizada pelo ministro do STJ Benedito Gonçalves.

Edição: Liliane Farias / Agência Brasil

Novo embate entre Safadão e a ex vira caso de polícia

Mileide Mihaile, influenciadora digital e mãe do primogênito do cantor Wesley Safadão, está sendo investigada pelo delito previsto no artigo 232, da Lei 8.069/90 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): "Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento". As acusações são do Safadão, que entrou com uma notícia-crime contra a ex na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente, alegando exposição do filho do ex-casal a um ambiente inapropriado para sua idade. As informações são do O Dia.

Foto: Reprodução

O documento, que foi elaborado pelos advogados do cantor, a defesa de Safadão afirma que a festa de Halloween promovida por Mileide, em outubro do ano passado, não era apropriada para menores de idade. "Não era, de forma alguma, apropriado para crianças, pois, além de estar sendo oferecida bebida alcoólica, estava tocando músicas de cunho pejorativo e danças sensuais - restando claramente que era um lugar para maiores de 18 anos, e não para menores incapazes", diz um trecho da denúncia, que contém ainda algumas fotos de convidados do evento dançando funk até o chão e de um carrinho de drinks. O documento diz também que o local "se tornou uma ameaça à integridade moral e psíquica do menino".

A notícia crime de Safadão também cita detalhes das fantasias de Yhudy e Mileide que, na ocasião, se vestiram dos vilões Alerquina e Coringa. As fantasias em questão chegaram a gerar polêmica nas redes sociais após Mileide compartilhar um vídeo em que ela e Yhudy aparecem segurando armas de brinquedo que configuravam como acessório de seus respectivos looks temáticos. O documento, então, ressalta o fato da criança ter posado, na presença da mãe, com a arma de brinquedo de forma a "insinuar que estava atirando em alguém".

Os advogados do artista alegam que estes fatos "violam frontalmente diversos preceitos e garantias previstas na Constituição Federal de 1998 e no Estatuto da Criança e do Adolescente". Por fim, a notícia crime ressalta que Safadão em nada iria se opor à festa se a mesma "tivesse ocorrido dentro dos limites razoáveis para uma festa direcionada a crianças, afinal, seu filho tem todo o direito de se divertir e festejar com os amigos, desde que seja um ambiente tranquilo e saudável para o seu desenvolvimento".

O documento ainda reúne depoimentos das partes envolvidas, incluindo o de Yhudy, que chegou a ser enviado ao Juizado Especial Criminal. Os depoimentos agora estão nas mãos do juiz para agendar audiência preliminar, na tentativa de transação penal, que é uma espécie de conciliação entre o Ministério Público e Mileide. Caso esta conciliação seja concretizada, a pena, que é de detenção de seis meses a dois anos, poderá ser convertida em penas alternativas, que não impliquem em privação de liberdade, como multa ou prestação de serviço comunitário por exemplo.

Mileide Mihaile e Wesley Safadão possuem a guarda compartilhada de Yhudy, que recebe mensalmente 40 salários mínimos de pensão do pai. Procurada, a assessoria de Mileide Mihaile não retornou o contato até o fechamento desta matéria.

Mulher leva 22 facadas de ex-companheiro em Fortaleza e homem segue em liberdade

Família da vítima pede Justiça. Sem aceitar o fim do relacionamento, o homem tentou matar a mulher de 51 anos. Ela sobreviveu e os parentes temem a volta do criminoso.
Foto: Reprodução

A família de Antônia dos Santos da Costa, de 51 anos, que foi alvo de 22 golpes de faca no bairro Papicu, em Fortaleza, pede Justiça para que o autor do crime, o ex-companheiro da vítima, seja preso. O crime ocorreu no dia 5 deste mês. A vítima sobreviveu à tentativa de feminicídio, mas o parentes temem a volta do criminoso.

O caso foi registrado na rua Fausto Cabral, três meses após o fim do relacionamento. O autor do crime não se conformava com a separação e esperou, armado de faca, a chegada da vítima que havia ido ao shopping. No momento em que voltava do loca, ela foi surpreendida e esfaqueada.

(O Povo)

Câmara aprova mudanças na CNH; veja mudanças

O projeto que amplia o prazo máximo de validade da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) de cinco para até 10 anos foi aprovada nesta terça-feira (22) pela Câmara, após ter sido alterado no Senado. De acordo com o site R7, o texto vai para a sanção presidencial e as novas regras só devem começar a vigorar em 180 dias.
Foto: Reprodução


Veja o que mudou:

1. Prazo de validade

CNH terá validade de dez anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Já a renovação a cada três anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais.

Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral.

2. Pontuação 

- O texto aprovado também muda a escala de pontuações para suspensão da carteira. O motorista perderá a CNH se tiver 20 pontos e duas ou mais infrações gravíssimas; 30 pontos e apenas uma infração gravíssima ou 40 pontos e nenhuma infração gravíssima.

Motoristas profissionais poderão atingir o limite de 40 pontos, independentemente da natureza das infrações cometidas. De acordo com a regra atual, a suspensão ocorre quando o condutor atinge 20 pontos em 12 meses ou por transgressões específicas.

3. Cadeirinha

- A obrigatoriedade do uso da cadeirinha para crianças nos veículos, hoje exigida até os 7 anos de idade, passou para dez anos ou 1,45 metro de altura.

4. Faróis

- É obrigatório manter os faróis acesos durante o dia, em túneis e sob chuva, neblina ou cerração, e à noite.

5. Pena de reclusão

- Em casos de lesão corporal e homicídio causados por motorista embriagado, mesmo que sem intenção, a pena de reclusão não pode ser substituída por outra mais branda.

6. Exame toxicológico

- A exigência é para condutores com carteiras das categorias C, D e E fazerem exame toxicológico na obtenção ou renovação da CNH e a cada dois anos e meio.

- Para adaptar os prazos em razão das validades diferenciadas da carteira, somente os motoristas com menos de 70 anos precisarão fazer novo exame depois de dois anos e meio da renovação. Atualmente, quem tem 65 anos ou mais precisa repetir o exame depois de um ano e meio, periodicidade que passa a ser exigida para aqueles com 70 anos ou mais.

7. Retenção de CNH

Na penalidade por dirigir com velocidade 50% superior à permitida na via, a suspensão passará a depender de processo administrativo.

Na ONU, Trump pede punição a China pela propagação do coronavírus

O presidente americano, Donald Trump, atacou a China pela forma como o país asiático gerenciou a crise de coronavírus em seu discurso na Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22). O americano foi o primeiro a falar após o discurso de abertura do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (veja como foi o pronunciamento do brasileiro aqui).

Foto: Reprodução

O líder do mundo ocidental voltou a chamar o Sars-Cov-2 de “vírus chinês”, que ele disse ser um inimigo invisível.

“Nos primeiros dias do vírus, a China fechou-se para viagens domésticas, mas permitiu que as pessoas saíssem da China e infectassem o mundo”, disse Trump. Em seguida, ele pediu para que a ONU responsabilize os chineses pela propagação da doença.

“O governo chinês e a Organização Mundial da Saúde, que é controlada pela China, falsamente declararam que não havia evidência de transmissão entre humanos. Depois, afirmaram falsamente que as pessoas sem sintomas não poderiam espalhar a doença. A ONU precisa responsabilizar a China pelas suas ações.”

Ele então comparou os dois países: “Os que atacam o bom histórico ambiental dos EUA e ignoram a poluição na China não estão interessados no ambiente. Eles só querem punir os EUA. E eu não vou tolerar isso”.

O presidente dos EUA ainda disse que confrontou a China depois de “décadas de abuso” no comércio internacional

Trump falou quais deveriam ser as prioridades da ONU: “Se a ONU quiser ser uma organização eficiente, precisa focar nos problemas reais do mundo. Isso inclui terrorismo, a opressão de mulheres, trabalho forçado, tráfico de drogas e de pessoas, perseguição religiosa e limpeza étnica de minorias”.

(República de Curitiba)

Veja quem tem direito às 4 novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro deste ano.

Foto: Reprodução

Serão mais quatro parcelas do benefício – porém, com valor reduzido, de R$ 300. O anúncio foi feito por Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Como o valor é de metade do auxílio emergencial de R$ 600 aprovado no Congresso, a mudança será feita via nova medida provisória.

O benefício é pago a informais, autônomos, desempregados e MEIs que fizeram o cadastro no aplicativo ou site, além dos cidadãos que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) ou no Bolsa Família.

A ajuda financeira é destinada a famílias de baixa renda que foram afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Desde 2 de julho, não é possível mais se cadastrar para receber o dinheiro.

O auxílio emergencial tem sido pago com base em um calendário de ciclos divulgado pela Caixa Econômica Federal. Atualmente, esse cronograma se encerra em dezembro.

O Governo Federal ainda não divulgou, no entanto, o calendário das novas parcelas. Hoje, cerca de 67,2 milhões de brasileiros já receberam o auxílio de R$ 600.

O dinheiro é depositado de acordo com o mês de nascimento – primeiramente, na conta Poupança Social digital e, após um período, liberado para saques e transferências.

Já os beneficiários do Bolsa Família com direito ao auxílio têm recebido conforme o cronograma habitual do programa, que é pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês.

Nesse caso, o dinheiro é depositado na conta de acordo com o Número de Identificação Social (NIS) final das pessoas.

Tácio Lorran
Fonte: Metrópoles

Destaques da Semana

Links indicados