This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Mais de cinco mil pessoas são beneficiadas no Projeto Laços de Família, em Sobral

Criado há seis anos para promover práticas extrajudiciais na mediação de conflitos, o projeto Laços de Família: Conhecer para Amar vem mudando a realidade de muitas pessoas, em Sobral. A ação existe por meio da parceria entre Defensoria Pública do Estado do Ceará e o Centro Universitário Inta (Uninta). Desde a sua criação, já beneficiou 5.360 pessoas.

Foto: Reprodução

O projeto foi concebido para oferecer à comunidade ações de mediação familiar com objetivo de minimizar os reflexos jurídicos e sociais, frutos de conflitos familiares. Desenvolvido usando a técnica de mediação, é conduzido por defensores públicos e equipe multidisciplinar composta por psicólogos, assistentes sociais e mediadores extrajudiciais. Em seis anos de implementação, foram realizados 1.072 cadastros de famílias. No último ano, 125 novas famílias aderiram ao projeto. De acordo com os dados monitorados pela equipe multidisciplinar, quem mais procura pelo serviço são as mulheres (80%) que residem na sede de Sobral (89%).

“São mulheres que buscam a Defensoria para resolver questões como pedidos de pensão alimentícia, guarda, divórcio, adoção, investigação de paternidade, por exemplo E, ao invés de iniciarmos mais uma ação no Poder Judiciário, buscamos o diálogo entre as partes para resolver a questão. Além disso, ao longo desses anos, conseguimos ampliar nossa atuação em vários casos devido ao olhar multidisciplinar das equipes. Por exemplo: após uma mediação de divórcio, a equipe multidisciplinar pode identificar se o pai ou a mãe estão desempregados e ajudar no encaminhamento para uma vaga de emprego no Sine-IDT, que temos parceria. No ano de 2020, já que foi um período atípico por conta da pandemia, tivemos que nos reinventar para continuar oferecendo o serviço de forma eficiente e com segurança”, destaca a defensora pública Emanuela Vasconcelos Leite, que coordenou o projeto ao longo de 2020.

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as audiências foram realizadas por videoconferência. Antes das sessões acontecerem, as equipes entram em contato com as partes, detalham os procedimentos e viabilizam o agendamento da sessão online. Muitos casos de divórcio, guarda compartilhada, definição de sistema de visitas dos filhos e até de reconhecimento de paternidade foram solucionados graças à tecnologia aliada ao trabalho de mediadores e defensores na promoção do diálogo.

Hoje o projeto é coordenado pelo defensor público David Gomes Pontes. “O projeto vinha crescendo aceleradamente dada a confiança que a população de Sobral tinha no trabalho que era feito na resolução de conflitos. Nossa expectativa é retomar os níveis de crescimento apresentados antes da pandemia. O ano de 2020 foi atípico por conta do vírus que assolou o nosso Estado, mas estamos confiantes que, agora com a vacina, daremos continuidade ao trabalho de excelência que já vinha sendo desenvolvido”, destaca o defensor.

Serviço

O serviço do projeto Laços de Família acontece preferencialmente de forma remota, com atendimentos presenciais agendados após a análise de cada caso pelo defensor público.
Para ter acesso ao serviço, basta entrar em contato nos números:
(88) 9.9859.4444
(88) 9.9728.1122

Fonte: ASCOM/Laços de Família/Uninta.

Porco-espinho é resgatado pelos bombeiros após entrar em casa na zona rural de Mucambo, no Ceará

Um porco-espinho foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros após entrar em uma residência no Sítio Caldeirão, na zona rural da cidade de Mucambo, no interior do Ceará, na tarde desta terça-feira (26).

(Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

O resgate aconteceu após os agentes da 1ª Companhia do 3º Batalhão serem acionados pelo proprietário da casa, por volta das 14 horas.Sem ferimentos, após o resgate o animal foi deixado foi devolvido à natureza, na Serra da Ibiapaba.

Fonte: ibiapabafm.com.br

Governo aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas; veja quem tem direito

 O auxílio emergencial será pago a 196 mil pessoas na próxima quinta-feira (28), totalizando mais de R$ 248 milhões. A portaria do Ministério da Cidadania foi publicada nesta terça-feira (26) no Diário Oficial da União, após análise das contestações e revisões decorrentes de atualizações de dados governamentais.


O grupo de beneficiários inclui cerca de 191 mil pessoas que contestaram a suspensão do benefício no site da Dataprev , entre 7 e 16 de novembro e entre 13 e 31 de dezembro de 2020, além de outras cinco mil pessoas que tiveram os pagamentos reavaliados em janeiro de 2021. Eles receberão de uma só vez todas as parcelas a que têm direito.

De acordo com o ministério, entre as 196 mil pessoas, há 8,3 mil que receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do auxílio emergencial . Outras 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas. Uma terceira faixa, de quase 68,1 mil cidadãos, receberá a quarta e a quinta parcelas. Por último, 78,3 mil vão embolsar somente a quinta parcela.

Os recursos serão depositados na poupança social digital da Caixa e já estarão disponíveis no dia 28, tanto para movimentação por meio do aplicativo Caixa Tem, quanto para saques e transferências para outros bancos.


Compras pela internet

Com o Caixa Tem é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code.

O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas, e transferir os recursos sem o pagamento de tarifas.

Para o saque em espécie, é preciso fazer o login no aplicativo Caixa Tem , selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. Esse código deve ser utilizado para a retirada do dinheiro, que pode ser feita nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou mesmo nas agências.

Andreia Verdélio
Fonte: Economia Ig

Solidariedade: Vamos Ajudar a Localizar José Agail JR


José Agail Dias Júnior, mais conhecido como Galopo, 25 anos, está desaparecido. Segundo os familiares, ele foi visto pela última vez em Umirim/CE por volta do meio-dia. Última notícia que temos é que o seu caminhão, no qual ele estava trabalhando, foi visto pelas câmeras do foto sensor da BR 222 sentido a Sobral, segundo a PRF a placa do caminhão é EKH7F61, caminhão do tipo Mercedinha, cabine branca e carroceria vermelha de ferro, com características de caminhão de gás.

Familiares e amigos estão sem notícias do jovem há mais de 24h.

Quem souber de qualquer informação que leve a este rapaz Ligar para o fone: DDD(85) 9. 991478683.

Com informações de Sobral na Mídia

Idosa de 117 anos está entre as primeiras vacinadas contra a Covid-19 na cidade de Sobral

 O Município deu início na tarde desta terça-feira (26) ao processo de imunização em idosos com mais de 75 anos.

Foto: Reprodução

O Município de Sobral, na região Norte do Estado, iniciou na tarde desta terça-feira (26) a vacinação contra o novo coronavírus em idosos com mais de 75 anos. O imunizante utilizado nesta etapa é o desenvolvido através da parceria entre a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford que chegou ao Estado na noite do último sábado (23).

A primeira idosa a ser vacinada foi Luiza Alves da Silva, de 117 anos. Ela recebeu uma equipe de agentes da Secretaria da Saúde do Município na casa em que vive, no Residencial Nova Caiçara. Sem comorbidade, Dona Luiza faz uso de sonda nasogástrica (de alimentação) e foi adotada por sua cuidadora há oito anos. Após a imunização, a idosa ergueu os braços em gesto de comemoração. 

"Apesar da idade, ela não tem nenhum problema de saúde. No início ela não queria tomar a vacina, mas diante das orientações da enfermeira, ela se convenceu da importância e aceitou ser imunizada para quem sabe viver mais uns 20 anos", relatou em tom de otimismo a cuidadora Joana Pires do Nascimento. 


Doses

O Município recebeu, nesta segunda-feira, 1.030 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca que serão destinadas exclusivamente ao público idoso. A imunização teve início nesta terça por idosos acamados e acima de 95 anos, totalizando cerca de 300. 

Após esta etapa, a Secretaria explica que será a vez dos idosos entre 90 94 anos, depois os de 85 a 90 anos, em seguida os 80 a 84 anos e assim por diante. "Ao todo, a meta é imunizar quase 5.700 idosos acima dos 75 anos", pontuou a assessoria do Município. 

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, “todos os idosos serão vacinados em casa, conforme o cadastrado que já temos disponíveis nos 37 Centros da Saúde, portanto não será preciso agendado em site ou aplicativo”

O Município também recebeu outras 1.156 doses da vacina CoronaVac. Estas serão utilizadas para dar continuidade a imunização dos profissionais da saúde. Para este público, a orientação é de que eles realizem cadastramento e agendamento para vacinação, por meio do site da Prefeitura de Sobral.

Até o último sábado (23), Sobral já havia vacinado, entre profissionais e idosos institucionalizados, 972 pessoas.

(Diário do Nordeste)
Foto: Maristela Gláucia

Mundo ultrapassa 100 milhões de casos do coronavírus

 O número de casos de Covid-19 no mundo ultrapassou a marca de 100 milhões, nesta terça-feira (26), de acordo com a Universidade Johns Hopking.


No ranking, os Estados Unidos lidera com 25.362.794 de infectados, seguido da Índia com 10.676.838 casos e em terceiro vem o Brasil com 8,8 milhões de infectados. 

O recorde de casos diários registrados no mundo foi de, aproximadamente, 1,5 milhão em dezembro do ano passado. Onze meses após a confirmação do primeiro caso, o Brasil registra 8.903.899 casos e 218.232 mortes pelo vírus, ocupando o segundo lugar no número de mortes globais.

Os EUA contabilizam o maior número de vítimas fatais com 423.010. Na sequência, aparecem o Brasil, com 217.664 mortes, Índia com 153.587 mortes, México, com 150.273 mortes e o Reino Unido, com 100.358 mortes.

(Portal do Holanda)

Pressionados por políticos, Bolsonaro e Guedes são contra prorrogar o auxílio emergencial

Presidente mantém discurso de rigor com despesas e avisa que medidas adotadas na pandemia — como o auxílio emergencial — não serão permanentes. Ele e o ministro Paulo Guedes esperam eficácia de imunizantes para não ter de renovar benefício.

(crédito: Marcos Correa/PR)

Apesar da pressão de parte da classe política para que o governo prorrogue o pagamento do auxílio emergencial, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltaram a afirmar que o Executivo é contra a proposta. Enquanto o mandatário alega não poder deixar que “medidas temporárias relacionadas com a crise se tornem compromissos permanentes de despesas”, o titular da equipe econômica ponderou que a continuidade do benefício significaria a redução de verbas para outras áreas, como saúde, educação e segurança pública.

Contudo, o retorno da pandemia a um estágio mais severo faz com que o Palácio do Planalto não descarte de vez a retomada do auxílio. Diante da encruzilhada para salvar vidas e preservar a economia, Bolsonaro, enfim, reconheceu a importância das vacinas. Após meses questionando a eficácia dos imunizantes contra o novo coronavírus, o presidente, agora, admitiu que os produtos podem “dar mais conforto à população” e “segurança a todos”, além de fazer com “que a nossa economia não deixe de funcionar”. Guedes, por sua vez, aposta na eficácia das vacinas e no sucesso da aplicação dos imunizantes para não ser necessário o pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial.

As declarações de Bolsonaro e do ministro ocorreram ontem, durante um evento com investidores estrangeiros promovido pelo banco Credit Suisse. Mais controverso à volta do auxílio, o chefe do Executivo ponderou que o governo precisa estimular a economia com estratégias que envolvam, sobretudo, o respeito ao teto de gastos, norma que limita o crescimento da despesa pública à inflação do ano anterior.

“No âmbito fiscal, manteremos firme compromisso com a regra do teto de despesas como âncora de sustentabilidade e credibilidade econômica. Nosso objetivo é passar da recuperação baseada no apoio ao consumo para um crescimento sustentado pelo dinamismo do setor privado”, frisou. “As projeções do mercado estimam que a taxa de inflação flutuará dentro da banda, com taxa de juros em nível competitivo e atraentes para novos investimentos.”

Ante as críticas de que o governo atrasa a conclusão das privatizações de estatais, o que motivou a recente saída de Wilson Ferreira Junior da presidência da Eletrobras, o chefe do Planalto ressaltou que um dos focos do Executivo para este ano será acelerar os processos para “dar continuidade a medidas de aperfeiçoamento no ambiente de negócios”. Ele também aposta na inclusão do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e na aprovação das reformas tributária e administrativa para recuperar a economia.

“Queremos regulamentos mais simples e menos onerosos para destravar o imenso potencial do Brasil e facilitar o trabalho da iniciativa privada. A modernização da economia e o aprimoramento das políticas públicas passam pela incorporação das melhores práticas internacionais. Estamos no caminho para um 2021 de crescimento econômico projetado 3,5%”, frisou. “Meu governo entende os problemas estruturais pelos quais passa a indústria brasileira e mundial. Estamos empenhados em realizar mudanças nesse setor, com pensamento estratégico e redefinição de vínculos das cadeias produtivas globais.”

Guedes adotou tom mais moderado sobre o auxílio, mas considera a extensão do benefício apenas para situações extremas, como no caso de o Brasil “falhar miseravelmente” com as vacinas. “Vamos observar a economia e a saúde, os dois andam juntos. E vamos esperar pelo melhor e que, com a vacinação em massa, as mortes estejam descendo”, disse.

O ministro acrescentou: “Vamos observar. Caso o pior aconteça, se a doença volta, como compatibilizar uma coisa com a outra? Bom, temos o protocolo da crise aperfeiçoado agora. Se não for o caso (de retorno à normalidade), porque a vacinação não está andando ou porque as mortes continuam acima de mil, já existe o protocolo da crise”.

Guedes afirmou que, se a prorrogação do benefício for necessária, poderia ser incluída na proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que trata da regulamentação dos gatilhos a serem acionados no caso de descumprimento do teto de gastos.

“Quer criar o auxílio de novo? Tem de ter muito cuidado. Se fizer isso, não pode ter aumento automático de verbas para educação e segurança pública, porque a prioridade passou a ser a guerra (contra a pandemia). Pega as guerras aí para ver se tinha aumento de salário, se tinha dinheiro para saúde e educação. Não tem, é dinheiro para a guerra. Aqui, é a mesma coisa. Se apertar o botão, vai ter que travar o resto todo”, pregou.

Para o economista José Luís Oreiro, professor do Departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB), é muito difícil que Bolsonaro não renove o estado de calamidade pública e estenda o auxílio emergencial. “Isso daria um desafogo. A realidade vai se impor. Sem algum tipo de renda provisória emergencial, que cubra alguns meses até que uma proporção significativa da população esteja vacinada, vai ser um caos social”, alertou. “Renovando o estado de calamidade pública até junho, o governo estaria desobrigado de cumprir regras fiscais e teria dinheiro para reimplantar o auxílio, mantendo o compromisso com o teto de gastos.”

O economista Roberto Ellery, também da UnB, acrescentou que o governo tem poucas saídas. “Ele precisa repensar programas sociais como um todo. Talvez, seja o caminho, mas tem de ver de onde vai sair o dinheiro”, afirmou.

Média de mortes

Hoje, de acordo com números do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), a média diária de mortes por covid-19, no Brasil, é de 1.055, número que se aproxima do pico registrado em julho do ano passado, de 1.102. Além disso, o país tem uma média de 51.356 novas infecções por dia — desde o início de 2021, essa média tem sido superior a 50 mil, o que não aconteceu no ano passado.

Fonte: Correio Brasiliense

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Três maneiras para assistir online BBB21 ao vivo grátis na internet

Saiba como assistir ao BBB 21 ao vivo pela internet

Foto: Reprodução

É fogo no parquinho! Veja como assistir ao BBB 21 ao vivo pela internet e não perder nenhum momento importante dessa edição

Os fãs de reality shows já podem comemorar, pois nesta segunda-feira (25) de janeiro começa o Big Brother Brasil 21, da Rede Globo. Assim como o BBB 20, essa edição contará com anônimos e famosos, e será a mais longa da história, com 100 dias de duração. Para quem quer dar aquela espiadinha, explicamos aqui como assistir ao BBB 21 ao vivo pela internet e não perder os principais acontecimentos da temporada.

Além da TV, é possível assistir ao BBB 21 pela internet 

Como assistir ao BBB 21 ao vivo [streamings]

Globoplay

É possível assistir a edição do BBB 21 – que vai ar todos os dias, de segunda a sábado após a novela A Força do Querer, e aos domingos após O Fantástico – pelo Globoplay. A edição do programa, assim como toda a programação da Rede Globo, é transmitida ao vivo no serviço de streaming* mesmo para quem não é assinante, necessitando apenas de uma conta Globo (gratuita) para login.

Para assistir ao reality show 24 horas por dia, é necessário ser assinante da plataforma. O serviço está disponível em qualquer um dos planos do Globoplay, a começar pelo mais básico, que custa R$ 22,90 por mês.

COMO ASSISTIR: 

Globoplay: como assistir ao vivo (e grátis) a TV Globo

Vale lembrar que o Globoplay pode ser acessado pelo computador, Smartphone (iOS e Android), Tablet e Smart TV.

*A programação da TV Globo possui restrição em algumas regiões do Brasil. Consulte o site para confirmar se o canal é transmitido pela Globoplay na sua cidade.

Essa será a edição mais longa do Big Brother Brasil, com 100 dias de programa (Imagem: Divulgação / Facebook BBB)

DirecTV Go

A plataforma DirecTV Go também vai transmitir a edição diária do programa pelo canal da Rede Globo. Além disso, o Multishow trará todos os dias um flash de 45 minutos ao vivo da casa, logo após a exibição do programa, e flashes em tempo real ao longo da programação.

COMO ASSISTIR: 

Como assistir DirecTV Go [Dispositivos compatíveis]

Esses canais, bem como todas as produções sob demanda e outros canais lineares do serviço de IPTV, estão disponíveis para assinantes a partir de R$ 59,90 mensais. O pay per view do BBB também pode ser assistido pelo DirecTV Go – nesse caso pelo valor de R$ 22,90 mensais incluídos no plano que você já possui.

O DirecTV Go pode ser visto via web, dispositivos Android ou iOS, além de alguns tipos de smart TVs.

Os participantes do BBB 21 estão divididos entre anônimos da Pipoca e famosos do Camarote 

(Imagem: Divulgação / Facebook BBB)

Claro Box TV

Por fim, vale lembrar que assinantes do plano TOP HD (R$ 79,90 por mês) da Claro Box TV – serviço de IPTV que conta com a sua TV box própria – também têm acesso a edição diária do programa e aos flashes da casa feitos pelo Multishow. 

COMO ASSISTIR: 

Claro Box TV recebe canais da Globo e aumenta preço do IPTV

Pronto para não perder nenhum momento do BBB 21 ao vivo na internet? Boa maratona!

Fonte: tecnoblog.net

Destaques da Semana:

Links indicados: