Ceará e União iniciam obras de segurança hídrica no Cariri | Diário Sobralense News

Ceará e União iniciam obras de segurança hídrica no Cariri

O Ramal do Salgado faz parte do projeto original da estrutura do Eixo Norte da Transposição do São Francisco e vai permitir que 4,7 milhõe...

O Ramal do Salgado faz parte do projeto original da estrutura do Eixo Norte da Transposição do São Francisco e vai permitir que 4,7 milhões de pessoas de 54 cidades cearenses tenham acesso à água.

Créditos: Edwalcyr Santos / Sistema Paraíso

Foto: Site Governo do Ceará

O Ceará e a União deram início às obras do Ramal do Salgado e do lote 3 do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), que vão garantir o abastecimento de água para milhões de cearenses, especialmente na Região do Cariri. A assinatura das ordens de serviço foi realizada pelo governador Elmano de Freitas e pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, no distrito de Felizardo, em Ipaumirim.

O governo destacou a importância das obras para enfrentar os desafios da seca, que pode se agravar nos próximos anos. Ele agradeceu o apoio do presidente Lula e do ministro Waldez Góes para viabilizar os recursos necessários para as obras.

O ministro Waldez Góes reafirmou o compromisso do governo federal com as políticas públicas prioritárias para o Nordeste, especialmente na área de segurança hídrica. Ele ressaltou que o Cinturão das Águas do Ceará é a maior obra do gênero no Brasil, no momento, e que o Ramal do Salgado vai beneficiar 54 municípios cearenses.

O Ramal do Salgado faz parte do projeto original da estrutura do Eixo Norte da Transposição do São Francisco e vai permitir que 4,7 milhões de pessoas de 54 cidades cearenses tenham acesso à água do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF).

A obra terá uma infraestrutura total de 34,3 quilômetros de extensão e será responsável pelo transporte de água do São Francisco desde o Ramal do Apodi, na Paraíba, até o leito do Rio Salgado, ampliando a capacidade de entrega de água para o Ceará e reduzindo em 150 km a viagem das águas até o Castanhão.

O lote 3 do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) é o trecho mais complexo da obra, que vai interligar o Eixo Norte da Transposição do São Francisco ao Açude Castanhão, o maior reservatório do Estado. O lote 3 tem 53,9 quilômetros de extensão e passa por cinco municípios: Missão Velha, Abaiara, Milagres, Brejo Santo e Jati.

As obras do CAC foram iniciadas em 2013, mas sofreram atrasos e paralisações por falta de recursos federais. O investimento total previsto é de R$ 1,6 bilhão, sendo R$ 1,3 bilhão do governo federal e R$ 300 milhões do governo estadual.

A população do Cariri comemorou o início das obras, que vão garantir mais segurança e qualidade de vida para a região. A dona Luiza Santos, que se considera “mulher do campo e do interior”, descreveu o momento como a “realização de um sonho”.

“Água é importante, né? Aqui, na região, demora para cair água do céu. Então, quando a gente sabe que uma obra que traz água pro sertão vai ser feita, é a realização de um sonho”, comentou.


Receba notícias do Diário Sobralense e fique por dentro de tudo!

Escolha a sua comunidade:
 WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
 Entrar no Grupo
 
TelegramEntre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo

Related

Ceará 7610199745429770404

Destaques da semana

Links indicados

Total de visualizações

Rádio Online ao Vivo

Jornal Paraíso

R DIAS CONSTRUÇÕES

Siga-nos nas nossas redes!

item