Sobral é a cidade que mais perdeu empregos no interior do Ceará

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. Créditos: Marcelino Junior / Sistema Paraíso Principal município da Zona Norte...

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

Créditos: Marcelino Junior / Sistema Paraíso

Principal município da Zona Norte, Sobral figura entre os municípios de pior desempenho no que se refere ao oferecimento de postos de trabalho em 2022. Na penúltima divulgação do Caged aparecia com saldo positivo, embora na 19ª colocação. Na seguinte, já estava entre as 5 que mais desempregava. Agora, é a segunda no Estado, e a primeira do interior em perdas de postos de trabalho.

Foto: Reprodução

O pior desempenho de 2022, até agora, ficou com Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, que registrou 1.147 postos de trabalho a menos, resultado de 7.014 demissões contra 5.597 contratações no período. Na lista de vagas cortadas seguem Sobral, com 782, Icapuí (683), Juazeiro do Norte (545) e Cascavel (350).

Na contramão das cidades que se destacaram no quesito emprego de carteira assinada, chama atenção, o número de municípios que não conseguiram um saldo positivo de vagas em 2022, segundo o Caged. É o caso de 68 cidades que ficaram zeradas ou negativas no mercado de trabalho, considerando o primeiro trimestre do ano (os dados de abril ainda não saíram).

O pior desempenho de 2022, até agora, ficou com Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, que registrou 1.147 postos de trabalho a menos, resultado de 7.014 demissões contra 5.597 contratações no período. Na lista de vagas cortadas seguem Sobral, com 782, Icapuí (683), Juazeiro do Norte (545) e Cascavel (350).

VEJA MAIS


Por outro lado, além da Capital, Fortaleza, 4 municípios do interior integram a lista dos 5 que mais geram empregos formais este ano. De acordo com o mesmo levantamento do Caged, a criação de oportunidades no mercado de trabalho cearense continua concentrada em poucas cidades. No primeiro trimestre deste ano, Fortaleza gerou 80% dos novos empregos com carteira assinada no Estado.

Ainda, segundo os dados, das 8.925 vagas criadas, entre janeiro e março, 7.299 foram garantidas na Capital. O segundo lugar no ranking ficou com Barbalha, com 792 empregos gerados. Eusébio (539), Brejo Santo (535) e Russas (328) completam o ranking das 5 maiores cidades geradoras de trabalhos formais.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira mão.

Related

Sobral 6819060815767989512

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item