Companheiro cravou três facas no pescoço de mulher morta em Bangu, diz cunhada

Corpo de Monique Barros, 32 anos, foi enterrado neste sábado, no Cemitério de Irajá. Polícia Civil investiga o caso Siga o   Diário Sobralen...

Corpo de Monique Barros, 32 anos, foi enterrado neste sábado, no Cemitério de Irajá. Polícia Civil investiga o caso

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira

Receba as notícias do Diário Sobralense no seu Telegram

Foto: Reprodução


Rio - "Monstruosidade, uma cena terrível", disse a cunhada de Monique Barros de Souza, 32 anos, após vê-la com três facas cravadas no pescoço dentro de casa, em Bangu, Zona Norte do Rio. A família acredita que o autor do crime seja Eduardo Amaral Emiliano, companheiro da vítima, que está desaparecido. O corpo de Monique foi enterrado sob forte emoção e revolta no Cemitério de Irajá, na Zona Norte do Rio, neste sábado. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) está investigando o caso, mas ainda não informou se solicitou um mandado de prisão contra Eduardo.


Amigos da vítima temem que o crime fique impune e dizem estar com medo do homem. Eles afirmam também que o companheiro de Monique é morador da Vila Kennedy, Zona Oeste do Rio. Um áudio gravado por um suposto amigo de Eduardo diz que ele estaria aguardando 72 horas para se entregar à polícia. A veracidade do áudio ainda não foi confirmada pela especializada que investiga o caso.
Continua após a publicidade

Filha da vítima estava em casa quando a mãe foi morta

Fonte: O Dia

Related

Brasil 7288539429680661666

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item