Mulher trans é morta a tiros ao sair para fazer programa no ES

O corpo da vítima, segundo a polícia, foi encontrado com o short abaixado. Um jovem com as características do suspeito do crime chegou a ser...

O corpo da vítima, segundo a polícia, foi encontrado com o short abaixado. Um jovem com as características do suspeito do crime chegou a ser detido, mas foi liberado após ser ouvido pelos investigadores

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira mão.

Uma mulher trans, de 45 anos, foi assassinada a tiros em uma rua do bairro Guaraciaba, na Serra. Crislaine dos Santos contou, minutos antes, que iria fazer um programa. De acordo com a polícia, o corpo da vítima foi encontrado com o short abaixado.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

 
O crime aconteceu na noite de domingo (03). Testemunhas contaram que ouviram seis disparos. Todos os tiros atingiram o rosto da vítima. Após o crime, a polícia foi acionada. Uma testemunha descreveu as características do autor dos disparos aos militares.

Pouco tempo depois, um policial viu um jovem com as mesmas características próximo ao corpo, no grupo de pessoas que acompanhavam o trabalho da polícia. Ele acabou detido.

Segundo a perícia da Polícia Civil, Crislaine morreu com os shorts abaixados. Esse detalhe chamou a atenção dos investigadores e, de acordo com a polícia, pode ter ligação com a motivação do crime.

Conhecidos contaram que Crislaine era vaidosa e carismática. No bairro em que morava, costumava atrair a atenção de muitas pessoas.

Vítima fez cirurgia de mudança de sexo e se arrependeu

Uma amiga da vítima contou que Crislaine tinha uma história de vida conturbada. Ela era honesta e trabalhadora. Para se sustentar, ela trabalhava em várias áreas e até se prostituía. Segundo a amiga, poucos minutos antes de ser morta, Crislaine avisou que faria um programa.

A amiga contou ainda que a vítima nasceu com a genitália masculina e há cerca de dez anos fez uma cirurgia para mudar de sexo. No ano passado, ela teria se arrependido do procedimento e tentou reverter a situação.

Crislaine teve uma vida sofrida. De acordo com a amiga, ela viveu em um orfanato, não tinha família e há três anos levou um tiro na cabeça. Ela conseguiu se recuperar e voltava a rotina. Crislaine usava drogas e bebia.

 VEJA MAIS
Apesar de ser usuária de drogas, quem conhecia a jovem não acredita que o crime possa ter relação com o vício. Isso porque, segundo os amigos, ela sempre pagava pelos entorpecentes que comprava e não fazia dividas com traficantes.

O corpo de Crislaine foi encaminhado ao Departamento Médico Legal de Vitória. O jovem, de 18 anos, detido na cena do crime foi levado a Delegacia Regional da Serra. A Polícia Civil informou que ele foi ouvido e liberado após a autoridade policial entender que não haviam elementos para lavrar o auto de prisão em flagrante.

O caso foi encaminhado à Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher para ser investigado. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

(*TV Vitória/Record TV)

Related

Brasil 6377784057608560089

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item