Caso Jaguaripe: ex-detenta amiga de viúva de empresário é presa em Sergipe

Justiça já havia decretado a prisão temporária de Maqueila Bastos e Shirley, no dia 14 de março Redação iBahia A ex-detenta amiga de Shirley...

Justiça já havia decretado a prisão temporária de Maqueila Bastos e Shirley, no dia 14 de março

Redação iBahia

A ex-detenta amiga de Shirley da Silva Figueiro, viúva do empresário Leandro Troesch, foi presa nesta quinta-feira (24) pela Polícia Militar de Sergipe, em Aracaju, capital do estado. Maqueila Santos Bastos é investigada pela morte do empresário, dono de uma pousada de luxo em Jaguaripe, baixo sul da Bahia.

Foto: Reprodução

A Justiça já havia decretado a prisão temporária de Maqueila Bastos e Shirley, no dia 14 de março. A PM de Sergipe recebeu uma denúncia de que a ex-detenta estaria na residência de uma amiga, no bairro Santos Dumont, e cumpriu o mandato de prisão, que estava em aberto. Ela já havia sido condenada por roubo de um carro na cidade sergipana.

A estelionatária era procurada pela polícia baiana acusada de envolvimento na morte de Leandro Troesch. O empresário foi encontrado morto no dia 25 de fevereiro, na pousada Paraíso Perdido, de propriedade dele. Dez dias antes da morte do empresário, Maqueila foi expulsa da pousada por Leandro.

Ela e Shirley se tornaram amigas na prisão e continuaram a relação após deixarem a cadeia para responder seus respectivos processos em liberdade. A viúva ofereceu moradia e emprego para Maqueila, o que desagradou o empresário.

Foto: Reprodução

Morte de testemunha

Em meio à investigação da morte de Leandro, um homem, funcionário de Leandro, foi assassinado no dia 6 de março. Ele era uma das testemunhas que a polícia pretendia ouvir novamente. Segundo o delegado Rafael Magalhães, a vítima, identificada apenas como Marcel, era amigo e "braço direito" do empresário.

Nesta quinta-feira (24), o delegado responsável pelo caso, Rafael Magalhães, afirmou que um segundo suspeito de ter assassinado Bily, como era conhecida a vítima, se apresentou na delegacia de Jaguaripe.

Um adolescente já se apresentou à polícia e está internado de forma preliminar em Salvador.

VEJA MAIS

Crime em 2001

A história de Leandro e Shirley com a polícia começa em 2001, quando os dois foram condenados por roubo e extorsão de uma mulher em Salvador. No entanto, eles só foram presos no ano passado.

Mas não ficaram muito tempo na prisão. Shirley foi solta primeiro para cumprir prisão domiciliar e dois meses depois Leandro conseguiu o mesmo direito.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira mão.

Related

Brasil 6539283972782002591

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item