Após fortes chuvas, 2022 registra o primeiro sangramento de açude cearense

Segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), a Barragem do Batalhão é o primeiro açude cearense a sangrar em 2022. Localiza...

Segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), a Barragem do Batalhão é o primeiro açude cearense a sangrar em 2022. Localizado em Crateús, município a 383 km de Fortaleza, o reservatório transbordou na manhã desta terça-feira (11).

Foto: Divulgação/Cogerh

Ainda de acordo com a Cogerh, outros dois açudes estão com o volume acima dos 90% e 75 reservatórios com menos de 30% da capacidade. Dados do Portal Hidrológico do Ceará desta terça-feira apontam que o Castanhão, o maior açude do Ceará e responsável pelo abastecimento da Capital e Região Metropolitana, está com apenas 8,38% de acumulado.

VEJA MAIS




Os açudes de Orós e Banabuiú têm, respectivamente, 22,42% e 8,22% de sua capacidade disponível. Os dois reservatórios são o segundo e o terceiro maior do Estado e estão classificados em situação crítica.

Fonte: ANC

Related

Ceará 7850205411035056348

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item