Açudes cearenses mantêm baixo volume de água

Tímidas precipitações de chuvas já têm se manifestado em diversos municípios, que seguem com baixo acúmulo hídrico em seus reservatórios. Fo...

Tímidas precipitações de chuvas já têm se manifestado em diversos municípios, que seguem com baixo acúmulo hídrico em seus reservatórios.

Foto: Reprodução

Quando se fala em chegada do inverno cearense que compreende os meses de fevereiro a maio, as expectativas aumentam, no que diz respeito a situação dos açudes que abastecem os municípios. De acordo com o Portal Hidrológico do Ceará, dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), 79 açudes seguem com volume inferior a 30%. Apenas o Caldeirões, localizado no município de Saboeiro, apresenta volume acima de 90%. Os dados foram atualizados nesta manhã de quarta-feira (29).

Na Zona Norte, o Açude Jaburu, localizado em Ubajara, na Serra da Ibiapaba, tem mantido 45,72% de sua capacidade. No município de Sobral, os dados apontam o Açude Gerardo Antimbone, com 36,75%; e os reservatórios Patos (38,70%), Santa Maria de Aracatiaçu (46,44%), Santo Antônio de Aracatiaçu (55,77%), Ayres de Sousa (66,30%), e Sobral, com 74,87%.

Enquanto a situação não muda, o céu de Sobral segue encoberto por nuvens carregadas, proporcionando um clima mais ameno, em parte do dia. Mas o sol persiste, trazendo com ele o conhecido calor que faz do município um dos mais quentes do Estado. No geral, para esta quarta-feira, as chuvas previstas para diversas regiões cearenses poderão ser de intensidade fraca a moderada, de forma isolada e passageira; sendo essas no período da manhã, no litoral e no Maciço de Baturité; à tarde e à noite, na Serra da Ibiapaba, no Sertão Central e Inhamuns, na Região Jaguaribana e no Cariri.

Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), que preveem, para esta quinta (30), chuvas de intensidade fraca a forte, com destaque para o Centro-Norte do Estado. Essas chuvas previstas ocorrerão em virtude de áreas de instabilidade, bem como em razão de efeitos locais, como temperatura, relevo e umidade. Depois da chuva rápida e intensa que que caiu sobre diversos bairros de Sobral, no início desta última semana do ano de 2021, a Funceme informa que é bom não se animar, ainda, pois já se inicia uma forte tendência de redução das precipitações.Segundo a Fundação, “as precipitações esperadas para os próximos dias se dão, principalmente, devido à formação de áreas de instabilidade associadas à presença de uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que é uma banda de nuvens com orientação noroeste-sudeste, se estendendo da região amazônica, até o sudeste do Brasil, podendo também alcançar o sul do Nordeste, como atualmente”, informam os dados.

Em conformidade com a previsão do tempo, os maiores acumulados do período de 24 horas (de terça para quarta), foram nos municípios de Cedro (120mm), Jaguaribe (105 mm), Icó (100mm), Iracema (84mm), e Meruoca (84mm). No que se refere a previsões para o primeiro trimestre do novo ano (fevereiro, março e abril), quando é aguardado o inverno no Estado, a assessoria de imprensa da Funceme informou, por meio de comunicado à imprensa, que “esses dados só poderão ser fechados e divulgados, a partir da segunda quinzena de janeiro, considerada pré-estação das chuvas”, concluiu.

Fonte: Sistema Paraíso

Related

Ceará 4466717972122062127

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item