Professora é presa após enviar nudes a alunos adolescentes nos EUA

Serena Carter, 43, perseguia alunos, enviava fotos sem roupa e pedia que eles fizessem o mesmo. Professora foi presa, mas pagou fiança Crédi...

Serena Carter, 43, perseguia alunos, enviava fotos sem roupa e pedia que eles fizessem o mesmo. Professora foi presa, mas pagou fiança

Créditos: Metrópoles

Reprodução/Twitter

Uma professora de economia para estudantes no Ensino Médio foi presa após enviar fotos sem roupa para ao menos 10 alunos menores de idade no estado de Oklahoma, nos Estados Unidos (EUA). Serena Cator, de 43 anos, ainda solicitava que os jovens, de 14 a 18 anos, fizessem o mesmo.

A profissional lecionava na McLoud High School quando começou a perseguir os jovens nas redes sociais e a enviar fotos nua para eles, segundo as investigações. Entre as vítimas, dois garotos haviam namorado a filha da educadora no passado.

O caso começou a ser acompanhado pela diretoria da escola em novembro de 2022, após uma estudante relatar aos pais que a professora estava tendo relações sexuais com colegas da turma.

Na ocasião, Serena teria alegado diagnóstico para um transtorno mental, que seria a motivação de uma “dificuldade em separar a realidade e os sonhos”, e admitiu que precisava de ajuda.

A professora então indicou uma lista de 10 alunos que seriam supostas vítimas, e foi demitida da instituição de ensino em dezembro do ano passado.

Quase quatro meses depois, em 16 de março, Serena Cator foi presa acusada de crimes como stalking, aliciamento e solicitação de sexo com alunos menores de idade. Ela saiu da prisão após pagar uma fiança de US$ 15 mil (cerca de R$ 76 mil) e responde ao processo em liberdade.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Mundo 192238547599250357

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Ouça Ao Vivo!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item