Mistério: Após mortes de mãe e padrasto, filhas são achadas mortas e enterradas

Mãe das meninas foi encontrada na mesma região, na quinta-feira; já as meninas foram achadas nesta sexta em um banhado Do NDMais Reprodução ...

Mãe das meninas foi encontrada na mesma região, na quinta-feira; já as meninas foram achadas nesta sexta em um banhado

Do NDMais

Reprodução

A Polícia Civil informou nesta sexta-feira (23) que foram encontrados os corpos das irmãs, de 5 e 8 anos, que desapareceram na tarde do último sábado (17) em Novo Horizonte/SC.

As meninas estavam enterradas em um banhado na Linha Mezari, interior do município, com sinais de agressão, como afundamento de crânio. Os corpos estavam próximo da casa onde moravam com a mãe Neusa Dias Maciel, de 24 anos, e o padrasto, Ademar Carneiro, de 33 anos.

Ainda segundo a polícia, no carro onde estava o homem havia uma espingarda calibre 12 milímetros, cano duplo intercalado, que também estava totalmente destruída em razão do incêndio. Não há informações sobre quem seria o dono da arma.

Os corpos das crianças estavam um pouco distante do local onde foi encontrado o corpo de Neusa, na manhã de quinta, conforme a polícia, no entanto, tudo indica que se trata das filhas da mulher. Exames cadavéricos devem confirmar a identidade.

As meninas não eram filhas de Ademar, mas conforme relato de uma familiar que não quis se identificar, ele as tratava com muito carinho. As investigações estão a cargo da Divisão de Investigação Criminal de Fronteira de São Lourenço do Oeste/SC.

Casal estava junto há dois anos

Uma familiar de Neusa, que não quis se identificar, contou à reportagem do ND+ que o casal estava junto há cerca de dois anos e trabalhavam cortando madeiras de eucalipto no interior de Novo Horizonte, onde também moravam.

A família estranhou o sumiço de Neusa e das filhas, já que ela costumava se comunicar por mensagens diariamente. “No sábado ela não respondeu mais às mensagens. O Ade [marido dela] até chegou a ligar para a irmã dela, na segunda-feira, pedindo se ela tinha alguma informação. Ele falou que não sabia do paradeiro dela e que ela teria saído com as crianças”, conta.

Veja também:

No dia seguinte [terça-feira, 20 de dezembro], a polícia encontrou o corpo de Ademar. Os familiares de Neusa cogitaram a hipótese de um acidente de trânsito seguido da explosão do veículo. Já a procura pela mulher encerrou nesta quinta quando o corpo foi achado próximo da casa onde ela morava. As meninas seguem desaparecidas.

Sobre o relacionamento do casal, a família afirma que os dois se gostavam muito, mas tinham ciúmes um do outro. Eles chegaram a ter algumas brigas em decorrência disso. Porém, nada que levante qualquer tipo de suspeita por parte da família.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Brasil 2889997054220895067

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item