Cabeleireira é encontrada morta em baú de cama box; vítima estava sem roupas

O pescoço da cabeleireira estava com marcas, “aparentando ter sido estrangulada" Créditos: Bnews Reprodução/Redes Sociais O corpo da ca...

O pescoço da cabeleireira estava com marcas, “aparentando ter sido estrangulada"

Créditos: Bnews

Reprodução/Redes Sociais

O corpo da cabeleireira Sheyla da Silva Lisboa, de 38 anos, foi achado dentro do baú de uma cama box. O suspeito é um segurança de 35 anos que foi preso nessa segunda-feira (28), em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, sob a suspeita de matar e ocultar o corpo. A versão da polícia é que eles se conheceram em uma tabacaria, na qual assistiram ao jogo de estreia do Brasil. Após a partida, os dois foram até a casa de Leandro Domingos da Silva, onde beberam com dois amigos do segurança. Depois disso, a cabeleireira não foi mais vista ou deu notícias.


Pessoas que estavam na tabacaria indicaram o endereço do suspeito à policia, no bairro Cidade Ademar, na zona sul paulistana. O delegado José Ademar de Souza, titular do 43º DP (Cidade Ademar), afirmou que Sheila foi encontrada nua, dentro do baú da cama box do suspeito. O pescoço da vítima estava com marcas, “aparentando ter sido estrangulada".

Com a repercussão do caso, o segurança negociou se entregar à polícia e teve prisão temporária decretada pela Justiça. Ele foi detido em um ponto de táxi, na avenida Eldorado, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Brasil 3950781405586658952

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item