Homem mata namorada por ciúmes após sexo a três

Jovem foi assassinada pelo próprio namorado na casa dele em Patos de Minas Créditos: Yahoo Notícias / Com informações do UOL Foto: Montagem ...

Jovem foi assassinada pelo próprio namorado na casa dele em Patos de Minas

Créditos: Yahoo Notícias / Com informações do UOL

Foto: Montagem / Reprodução

O crime foi cometido enquanto o casal mantinha relação sexual a três com um amigo do criminoso. Vítima morreu pela perda excessiva de sangue após ser brutalmente agredida.

Uma jovem de 21 anos foi assassinada pelo próprio namorado durante uma relação sexual a três com um amigo do suspeito na madrugada de sábado (15), na cidade mineira de Patos de Minas.

De acordo com informações do UOL, o criminoso, de 32 anos, foi preso momentos após o episódio e confessou a autoria da morte à polícia.

O namorado foi localizado depois que uma testemunha contatou a corporação e denunciou que ele estava tentando ocultar o corpo da vítima. Agentes encontraram o rapaz e o cadáver, que apresentava sinais de violência brutal.

O criminoso admitiu que a ideia do sexo a três partiu dele próprio, após ficar com ciúmes da forma como a namorada se portava ao lado de seu amigo.

Naquela noite, o namorado havia levado dois amigos para beber em sua casa. Um deles foi embora, e o que ficou, segundo o depoimento, chamava atenção da garota.

"Ele disse que ficou com ciúmes porque ela não parava de olhar para os outros homens. Então, uma hipótese é de que ele tenha provocado uma situação para testar a namorada. Foi quando ele propôs a ela que fizesse sexo com ele, acompanhado do amigo. E ela, talvez com medo de apanhar mais do que já apanhava, aceitou", relatou o delegado responsável pelo caso, Luiz Mauro Sampaio, ao UOL.

O namorado trancou as portas e as janelas da casa, levou os dois envolvidos para o quarto e lá teve início a relação sexual. Momentos depois, ele se irritou e disse que a mulher não fazia as coisas do jeito que havia sido determinado.

"Ele buscou pedaços de madeira, como cabos de rodos e vassouras e passou a espancá-la com toda a força. O rapaz que estava com eles ficou com medo de impedir o amigo, pois também foi machucado ao tentar. O suspeito então bateu nela por mais de uma hora, sem parar. Depois, jogou a namorada no quarto ao lado para morrer", explicou o delegado.

Vítima sangrou até morrer

A perícia constatou que a causa do óbito da vítima não foi estrangulamento e nem traumatismo craniano, mas sim a perda excessiva de sangue.

"A testemunha que estava com o casal contou que a jovem ainda estava viva quando o namorado a levou para o outro quarto. Ele pode ter utilizado também alguma ferramenta cortante, pois vários vasos de importância para o transporte do sangue foram afetados. Ela não morreu de repente. Ela morreu gradualmente, até que seu corpo se esvaziasse do sangue."

Veja também:


Segundo relatos, a casa onde vivia o criminoso era paga pela mãe dele, também alvo de constantes agressões do filho, e era um ambiente insalubre, com presença de fezes humanas na sala. O rapaz foi preso e aguardará o julgamento na cadeia.

"Ele foi preso em flagrante por feminicídio com qualificadora de motivo cruel e fútil. Ele também dificultou a defesa da vítima, o que é outro agravante. A justiça também pode enquadrá-lo por ocultação de cadáver, já que ele tentou esconder o corpo no quarto vizinho ao dos acontecimentos e também por sequestro e cárcere privado do rapaz que também foi vítima", afirmou Luiz Mauro.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Brasil 2829462894368917086

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item