Educação investe em mais câmeras de monitoramento nas escolas de Sobral

Casos relatados de bullying, agressões e ataques, no ambiente escolar, podem ser alguns dos motivos que resultaram na iniciativa. Créditos: ...

Casos relatados de bullying, agressões e ataques, no ambiente escolar, podem ser alguns dos motivos que resultaram na iniciativa.

Créditos: Marcelino Junior / Sistema Paraíso

Reprodução

A Secretaria da Educação de Sobral busca investir na segurança dos estudantes e da comunidade escolar, com a aquisição de cerca de 1.700 novas câmeras de videomonitoramento para todas as escolas e Centros de Educação Infantil (CEI) do município.

O valor total do investimento é superior a R$ 1,4 milhões de reais, oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Tesouro Municipal, segundo a pasta da Educação.

A expectativa é que os novos equipamentos sejam instalados nos próximos meses. Atualmente, 36 escolas e CEIs contam com câmeras de segurança, colocadas em pontos estratégicos das unidades escolares, tais como salas de aula, corredores, pátio e portões de acesso.

De acordo com o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima, “este é um importante investimento que a Secretaria da Educação está fazendo, no que diz respeito à segurança escolar. Certamente, os novos equipamentos irão auxiliar ainda mais na segurança de nossas escolas”, reforça.

Veja também:


Além da aquisição de novos equipamentos de videomonitoramento para as escolas municipais, a Secretaria da Educação, em parceria com a Secretaria da Segurança Cidadã (Sesec), está promovendo uma formação para os 415 controladores de acesso da rede pública municipal de ensino.

Os encontros formativos ocorrem a cada 15 dias. Nas atividades, são abordados temas como assédio, bullying, tipos de conflito, dicas de segurança, atendimento em primeiros socorros e prevenção predial. A certificação será feita pela Academia da Segurança Cidadã.

Desde o início deste mês, pais e comunidade escolar tem sido informados pela imprensa local sobre o atentado a uma escola no Bairro Sumaré, na periferia da cidade. Um aluno atirou em três outros colegas, dentro da sala de aula, com uma arma de fogo. Um dos meninos não resistiu, vindo a morrer na Santa Casa.

A notícia tomou conta, não apenas da cidade, mas chamou a atenção da mídia nacional. Todos queriam saber o motivo de tal ato, e como o jovem conseguiu a arma. Por meio de investigação policial, foi citado o ‘bullying’, como combustível para o ataque.

Na manhã, dessa quarta-feira (19), Antônio Felipe de Sousa, 33, dono da arma de fogo usada pelo adolescente que matou um colega e feriu dois outros, foi preso. Na operação, foram apreendidos, ainda, computadores e celulares que serão utilizados para subsidiar novas diligências sobre o caso, que segue em investigação.

A tragédia na Escola Carmosina Ferreira Gomes, em Sobral, ocorrida no dia 5, deste mês, certamente, não pode ser esquecida, e a segurança redobrada, pois todo o cuidado com a saúde mental de crianças, jovens e adultos, deve ser levado a sério.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Sobral 3837690825791856176

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item