Varíola dos macacos: como saber se uma lesão de pele pode ser sinal da doença

Monkeypox tem apresentado sintomas que podem ser bastante discretos, o que pode dificultar e atrasar o diagnóstico; conheça a definição de c...

Monkeypox tem apresentado sintomas que podem ser bastante discretos, o que pode dificultar e atrasar o diagnóstico; conheça a definição de caso suspeito e saiba quem deve buscar o teste

Créditos: CNN


Reprodução

A varíola dos macacos é, na maioria das vezes, uma doença autolimitada, com sinais e sintomas que duram de duas a quatro semanas. O período de incubação, fase em que a pessoa não apresenta sintomas, dura em média de 6 a 13 dias, mas pode chegar a 21 dias.

As manifestações clínicas habitualmente incluem lesões na pele na forma de bolhas ou feridas que podem aparecer em diversas partes do corpo, como rosto, mãos, pés, olhos, boca ou genitais.

No entanto, o surto atual da doença tem apresentado características epidemiológicas diferentes, com sintomas que podem ser bastante discretos, o que pode dificultar e atrasar o diagnóstico adequado.

Conheça os principais sinais da doença, a definição de caso suspeito e saiba quem deve buscar o teste de diagnóstico.

Na forma mais comum documentada da doença, os sintomas podem surgir a partir do sétimo dia com uma febre súbita e intensa. São comuns sinais como dor de cabeça, náusea, exaustão, cansaço e principalmente o aparecimento de inchaço de gânglios, que pode acontecer tanto no pescoço e na região axilar como na parte genital.

Já a manifestação na pele ocorre entre um e três dias após os sintomas iniciais. Os sinais passam por diferentes estágios: mácula (pequenas manchas), pápula (feridas pequenas semelhantes a espinhas), vesícula (pequenas bolhas), pústula (bolha com a presença de pus) e crosta (que são as cascas de cicatrização).
Como saber se uma lesão de pele pode ser monkeypox

No quadro clínico típico da doença, as lesões na pele formam bolhas em diversas partes do corpo. No entanto, os sintomas causados pela monkeypox no surto atual têm variado bastante de uma pessoa para outra segundo infectologistas.

Em alguns pacientes, as feridas podem surgir apenas na área genital ou do ânus e não se espalham pelo corpo. Em outros, é comum a identificação de uma lesão única. Infectologistas apontam que no surto atual, diferentemente da descrição inicial da doença na África, as feridas também podem aparecer em diferentes estágios de desenvolvimento. Além disso, há relatos de aparecimento de lesões antes do início da febre, mal-estar e outros sintomas da doença.

Veja também:

“A apresentação clínica da monkeypox no surto atual está bem variada. Há pacientes com lesão única, com lesão múltipla, restrita à região genital ou com lesões no corpo inteiro. A lesões estão se manifestando de forma assíncrona também. Na característica anterior, elas estavam todas na mesma fase de evolução, quando uma entrava na fase de formar casquinhas, todas entravam também”, explica a médica infectologista Mirian Dal Ben, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

A correlação entre o sintoma e a possibilidade de ser varíola dos macacos deve ser feita por profissional de saúde. Na consulta, o médico considera informações epidemiológicas como o contato com casos suspeitos ou confirmados da doença e o histórico de contato íntimo com parceiros casuais antes da manifestação sintomática. Com base nesses registros coletados durante a consulta, o especialista poderá fazer o pedido de teste de diagnóstico.

Um estudo realizado na Espanha aponta que em vez da tradicional manifestação na pele na forma de bolhas ou grandes lesões, a doença pode causar feridas menores, chamadas pápulas ou pseudopústulas (veja imagem abaixo), que podem estar concentradas no local onde ocorreu a infecção, como a região genital.

A pesquisa, conduzida por especialistas de diversos hospitais espanhóis, contou com a participação de 185 pacientes. A análise aponta que a maioria dos casos iniciou com pápulas homogêneas, e não pústulas que são maiores e com pus, localizadas na provável área de infecção, podendo ser cutâneas ou mucosas, incluindo lesões únicas.

Siga o Telegram do Diário Sobralense e fique por dentro das últimas notícias de hoje.

Related

Saúde 5231880092425309734

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item