Bebê morre após ser brutalmente atacada por cachorro da família

O cachorro havia sido comprado há apenas uma semana. Criança de um ano e cinco meses de vida morreu no hospital Autor: Metrópoles Uma menina...

O cachorro havia sido comprado há apenas uma semana. Criança de um ano e cinco meses de vida morreu no hospital

Autor: Metrópoles

Uma menina de apenas um ano e cinco meses morreu após ser tragicamente atacada por um cachorro. O animal havia sido comprado pelos pais dela há apenas uma semana.

Foto: Reprodução

O caso ocorreu por volta das 15h50 (horário local) na segunda-feira (21/3), em Merseyside, no Noroeste da Inglaterra.

Os pais de Bella-Rae Birch chegaram a acionar os serviços de emergência, que a levaram ao hospital, mas a criança não resistiu aos ferimentos.

O cachorro foi morto por policiais de Merseyside, que agora investigam se o animal era de uma raça considerada ilegal, de acordo com a Lei de Cães Perigosos, de 1991. Para isso, eles devem identificar os donos anteriores do animal.

“Nossos oficiais levam muito a sério a questão dos cães perigosos. Nos últimos anos, trabalhamos proativamente com as cinco autoridades locais de Merseyside para garantir que os cães proibidos sejam retirados das ruas”, afirmou a inspetora detetive Lisa Milligan ao Daily Mail.

Os moradores alegaram que o cão era um Staffordshire bull terrier ou um pit bull.

Mãe devastada

Vizinhos da família descreveram que a mãe de Bella-Rae Birch, Treysharn Bates, estava “devastada” e que “chorava histericamente” do lado de fora da casa momentos após o terrível ataque.

Nesta terça-feira (22/3), familiares, vizinhos e amigos foram vistos deixando flores na porta da casa deles.

Em um post no Facebook, de outubro do ano passado, o pai de Bella-Rae, marcando o primeiro aniversário de Bella-Rae, Ryan Birch, marcava o primeiro aniversário da pequena. “Feliz aniversário para minha princesinha, grande 1 hoje, primeiro aniversário!! Minha Bella boo, tenha o melhor dia linda, nós te amamos demais’.

VEJA MAIS

Lei de Cães Perigos

A Lei de Cães Perigosos foi introduzida há três décadas no Reino Unido. O texto proíbe ou restringe certos tipos de cães e torna uma ofensa permitir que um cão de qualquer raça esteja perigosamente fora de controle.

Esta regra foi colocada em prática depois da ameaça causada à sociedade por conta da propagação de “cães de briga”, que gerou uma série de ataques.

É ilegal possuir quatro raças de cães sem isenção de um tribunal. Entre eles estão: o terrier pitbull americano; o tosa inu japonês, o dogo argentino; e o fila brasileiro.

De acordo com a lei, o cão passa por um julgamento sobre suas características físicas e se eles correspondem à descrição de um tipo proibido.

As punições para quem cria estes tipos de cachorros vão de multa, sacrifício do animal e até à prisão por até 14 anos.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira mão.

Related

Mundo 2662131768924660082

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item