Mulher conhecida como 'Trafigata de Curitiba' sofre tentativa de homicídio ao chegar em casa

Camila Marodin escapou de ao menos 20 disparos, mas o amigo que a acompanhava precisou de atendimento médico Foto: Reprodução Investigada po...

Camila Marodin escapou de ao menos 20 disparos, mas o amigo que a acompanhava precisou de atendimento médico

Foto: Reprodução

Investigada por associação ao tráfico de drogas, Camila Marodin sofreu um atentado enquanto voltava de um supermercado na tarde da última segunda-feira (31). A mulher, que ficou conhecida como "Trafigata de Curitiba", estava acompanhada de um amigo no bairro Alto do Boqueirão, quando recebeu uma rajada de tiros ao chegar em casa. No entanto, apenas o homem teve ferimentos.

Ao O Globo, o advogado dela, Cláudio Dalledone, detalhou que a cliente escapou de 20 tiros e o amigo precisou ser socorrido ao Hospital do Trabalhador.

Camila cumpre prisão domiciliar e usa tornozeleira eletrônica. Ela foi capturada no dia 12 de dezembro passado em uma operação da Polícia Militar. Além do comércio de entorpecentes, o Ministério Público do Paraná a denunciou por lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa.

VEJA MAIS
Ainda segundo Cláudio Dalledone, o imóvel no Alto Boqueirão é o terceiro ocupado por Camila desde que ela começou a cumprir a prisão em casa. As trocas de endereço em um curto espaço de tempo são motivadas pela suspeita de haver um cerco montado contra ela.

O temor aumentou depois que o marido dela foi assassinado durante o aniversário de um dos filhos do casal, em Pinhais. Ricardo Marodin, suspeito de tráfico na região, morreu no momento em que saía do salão de festas.

Fonte: Diário do Nordeste

Related

Brasil 7664011700500816484

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item