Dono de moto apreendida pela GCMS acusa agentes de abuso de autoridade

De acordo com Evilânio Bastos, um dos agentes da GCMS aplicou um mata leão e, com a ajuda dos outros guardas, lhe derrubou e algemou. Crédit...

De acordo com Evilânio Bastos, um dos agentes da GCMS aplicou um mata leão e, com a ajuda dos outros guardas, lhe derrubou e algemou.

Créditos:  Edwalcyr Santos / Sistema Paraíso

Na manhã de sexta-feira (18/2), no cruzamento da Avenida Dom José com a rua Cel. José Saboia, Centro de Sobral, por volta das 8h, o motorista Francisco Elivânio Bastos Gomes, estava estacionando sua motocicleta quando foi abordado por uma equipe de agentes de trânsito da Guarda Civil Municipal de Sobral (GCMS). Evilânio Bastos informou aos guardas a situação do veículo e que só entregaria a chave da moto quando o reboque chegasse.

Foto: Reprodução

De acordo com o metalúrgico, sua moto não tem placa e nem documentação, apenas o documento de ‘Nada Consta’ e foi comprada de ‘estouro’. “Eles verificaram a numeração do chassi e viram realmente que nada constava” disse o metalúrgico. Um dos guardas perguntou se ele queria entregar a chave “do jeito fácil ou do jeito difícil” e ele respondeu, que seria “do jeito difícil”.

De acordo ainda com o motorista quando o reboque chegou, sem conversa alguma, um agente aplicou um mata leão e lhe derrubou. A cena foi assistida por várias pessoas que passavam no local e diversos vídeos da abordagem truculenta circulam pelas redes sociais. Evilânio disse ainda que foi algemado e que as algemas travaram em seus punhos e foi preciso ir ao Corpo de Bombeiros para serrá-las.

VEJA MAIS


A moto foi conduzida para Detran de Sobral e o caso foi para a Delegacia Municipal onde foi feito um Boletim de Ocorrência (BO) pela GCMS contra o Evilânio Bastos por desacato à autoridade. O motorista se diz vítima de abuso de autoridade, pois não reagiu a abordagem e que apenas falou que esperaria o reboque chegar para entregar a chave.

Na manhã desta terça feira (22), Evilânio esteve no programa Conexão Paraíso do Sistema de Comunicação Paraíso, apresentado pelo jornalista Luciano Clever, contando sua situação. 


O Portal Paraíso foi à Secretaria de Segurança Cidadã e falou com a assessora de comunicação, Gisela Silveira e com o superintende administrativo Bráulio Guerra que informaram que a GCMS não iria se posicionar e que o caso estava na Delegacia Regional de Sobral onde foi registrado o BO. A Delegacia Municipal informou através da assessoria de comunicação que o BO é um elemento de investigação da Polícia Civil e que não pode tornar público as informações nele contidas.

Veja mais em diariosobralense.com

Related

Sobral 5536148964114437859

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item