Amanda Albach mandou áudio à família antes de ser assassinada em SC; ouça

Corpo da jovem foi sepultado na manhã deste domingo (5), no Paraná Foto: Reprodução A jovem Amanda Albach, de 21 anos , enviou um áudio para...

Corpo da jovem foi sepultado na manhã deste domingo (5), no Paraná

Foto: Reprodução

A jovem Amanda Albach, de 21 anos, enviou um áudio para familiares pouco antes de ser assassinada em Santa Catarina. A jovem afirmou que pegaria um carro de aplicativo e retornaria para casa, no Paraná, no dia 16 de novembro. O áudio foi obtido pela Rádio Banda B, de Curitiba.

— Oi, eu tô indo embora. Consegui o uber hoje só para eu ir embora. Já estou indo, de madrugada eu chego — afirmou Amanda na mensagem. Ouça:

 


Na manhã deste domingo (5), o corpo da jovem foi sepultado em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, no Paraná. Ela estava desaparecida desde o dia 15 de novembro e foi localizada morta na última sexta-feira (3) em uma praia de Laguna, no Sul de Santa Catarina.

De acordo com o delegado Bruno Fernandes, responsável pelas investigações, um dos suspeitos de participação no crime ajudou a localizar o corpo da jovem. Segundo a polícia, Amanda morreu por volta das 22h no feriado da Proclamação da República. Ela estava hospedada na casa dos suspeitos, dois homens e uma mulher, na praia Itapirubá Norte, limite entre Laguna e Imbituba.

Relembre o caso

Amanda ficou desaparecida por 18 dias. Ela saiu da cidade em que morava, Fazenda Rio Grande, e veio para Imbituba, Sul catarinense, no feriado da Proclamação da República.

Ao g1 Paraná, a família contou que Amanda viajou para o Litoral catarinense com um casal de amigos. Ela não falou mais com a família depois da chegada em Santa Catarina.

O trio de suspeitos foi preso na quinta-feira (2) na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, eles estavam dentro de um carro quando a polícia chegou. Os suspeitos tentaram jogar o carro contra os agentes. A mulher abandonou o veículo e pulou o muro de uma casa na tentativa de fuga, mas foi detida.

Os três suspeitos tinham relacionamento entre si — a mulher namorava um dos homens e era irmã do outro.

Fonte: Metrópoles

Related

Brasil 1608011129771217450

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item