Estado pagará R$ 10 mil por informações sobre o suspeito de matar policial em Tauá

Informações que levem à prisão do suspeito de matar o escrivão da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Aloizio Alves de Lima Amorim, ser...

Informações que levem à prisão do suspeito de matar o escrivão da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Aloizio Alves de Lima Amorim, serão recompensadas com pagamento de R$ 10 mil. A premiação, divulgada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) neste sábado, 15, ocorre porque o nome do fugitivo Antônio Josivan Lopes da Silva foi incluído no Programa Estadual de Recompensa. O pagamento do valor vale até o próximo dia 11 de setembro.

O escrivão Aloizio Alves de Lima Amorim, 60, foi assassinado enquanto colhia o depoimento de Josivan, no último dia 30 de abril, em Tauá, a 347 quilômetros de Fortaleza. Segundo a Polícia, Josivan, que já respondia por latrocínio tentado, estava sendo autuado em flagrante por tráfico de drogas na Delegacia Regional da cidade.

Qualquer pessoa poderá colaborar com o envio de denúncias, exceto os agentes de segurança pública e servidores administrativos dos órgãos que compõem a Comissão Estadual do Programa de Recompensa. A participação de parentes dos agentes de segurança pública e dos servidores também é vedada.

A Polícia diz que, para receber o dinheiro, o cidadão deve conceder informações consistentes que levem à localização de Josivan. Uma Comissão delibera sobre o pagamento "após análise do relatório feito pela autoridade policial encarregada da investigação". As denúncias sobre o assassinato do escrivão de Tauá podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS.

Fonte: O Povo Online

Related

Ceará 3789224781609017086

Links indicados

Destaques da semana

Siga-nos no Facebook

Rádios Parceiros


Sites parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Page Rank

seo checker

Total de visualizações

item