Moradora do Sinhá Saboia perde mobília em "alagamento de 40 anos"

  A moradora colocou o que sobrou de seus móveis na calçada e disse que vive preocupada com o problema que nunca foi resolvido. A dona de ca...

 A moradora colocou o que sobrou de seus móveis na calçada e disse que vive preocupada com o problema que nunca foi resolvido.

A dona de casa Valdelice Bezerra dos Santos, moradora da rua Mons. José Gerardo, localizada do lado esquerdo da antiga Unidade Mista, Cohab I no Sinhá Saboia, procurou a reportagem do Portal Paraíso para denunciar um alagamento existente na rua há mais de 40 anos. Dona Valdelice disse que na última chuva perdeu duas tv´s, uma cama e um guarda roupa porque sua casa foi inundada. “No verão tudo bem, mas quando chega o inverno é horrível porque a água entra na minha casa e acaba com tudo. Com a construção do hospital o volume de água aumentou. Estou pedindo a Deus que isso seja logo resolvido porque toda vez que chover, eu perder meus móveis, não consigo aguentar, nessa situação de pandemia a gente não tem dinheiro”. Finalizou a moradora.

O problema é causado pela falta de uma estrutura de escoamento adequada, que suporte o volume de água proveniente de outras ruas. Os moradores mais prejudicados são os que moram na parte mais baixa da rua, já que foram obrigados construir paredes de contenção nas portas de suas casas para evitar a entrada da égua. A construção do hospital que irá substituir a Unidade Mista, que começou dia 24 de abril de 2020, ainda não acabou e o prazo de entrega da obra já esgotou. Enquanto estiver em construção a situação só piora pelos transtornos causados pela obra.
Sr. Antônio mora na rua há 40 anos e disse que sempre conviveu com o problema que nunca foi resolvido

O Portal Paraíso conversou com o Sr. Antônio Cândido da Silva que mora na rua há 40 anos e mostrou à reportagem sua casa que em cada porta foi preciso construir uma parede de retenção para evitar um alagamento maior dentro de casa. “Moro nessa rua há 40 anos e toda vida convivi com este problema. Já veio engenheiro do SAAE e da Prefeitura, mas quando vêm, olham e vão embora e nada é resolvido. Já reclamamos para os políticos que prometem dá um jeito, mas até agora não resolveram. Fomos na Prefeitura procurar solução, mas disseram que no momento por causa da pandemia não estão resolvendo nada”. Disse Sr. Antônio Cândido.

(Edwalcyr Santos / Portal Paraíso)

Related

Sobral 36481597708760249

Links indicados

Destaques da semana

Siga-nos no Facebook

Rádios Parceiros


Sites parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Page Rank

seo checker

Total de visualizações

item