Rio seco em Marte é fotografado por rover da NASA | Diário Sobralense News

Rio seco em Marte é fotografado por rover da NASA

Os cientistas acreditam que as camadas eram bem mais altas no passado, mas o evento ao longo dos milhares de anos moveu sedimentos Créditos:...

Os cientistas acreditam que as camadas eram bem mais altas no passado, mas o evento ao longo dos milhares de anos moveu sedimentos

Créditos: olhardigital.com.br

Imagem: Nasa/Divulgação

Marte hoje é um enorme deserto, mas um dia o planeta vermelho já teve água. Indícios disso estão por toda parte, inclusive em um dos registros mais recentes feitos pelo rover perseverance, que fez imagens de um rio seco encontrado na Cratera Jezero.

Por que é importante? 

As fotos mostram um rio de fluxo rápido e profundo;
O que pode indicar que a presença de água era mais abundante por lá do que se pensava;
Entender esses ambientes pode nos ajudar a encontrar vida microbiana por lá.

O local possui enormes pedras em forma de leque com cerca de 250 metros de altura. As dezenas de curvas indicam um fluxo rápido, que pode fazer parte de um grande e poderoso sistema fluvial.
Isso indica um rio de alta energia que está transportando muitos detritos. Quanto mais poderoso o fluxo de água, mais facilmente é capaz de mover pedaços maiores de material

Libby Ives, pesquisadora de pós-doutorado no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA

Créditos: NASA/JPL-Caltech/ASU/MSSS

Os cientistas acham que essas bandas de rochas podem ter sido formadas por um rio muito rápido e profundo – a primeira evidência desse tipo foi encontrada em Marte. O rover Perseverance Mars da NASA capturou esta cena em um local apelidado de “Skrinkle Haven” usando sua câmera Mastcam-Z entre 28 de fevereiro e 9 de março de 2023. 

Rover perseverance encontra rio em Marte

Os cientistas acreditam que as camadas eram bem mais altas no passado, mas o evento ao longo dos milhares de anos moveu sedimentos, formando pilhas de entulho nas laterais.

Créditos: NASA/JPL-Caltech/ASU/MSSS

Os cientistas acham que essas bandas de rochas podem ter sido formadas por um rio muito rápido e profundo – a primeira evidência desse tipo foi encontrada em Marte. O rover Perseverance Mars da NASA capturou esta cena em um local apelidado de “Skrinkle Haven” usando sua câmera Mastcam-Z entre 28 de fevereiro e 9 de março de 2023. 

“O vento agiu como um bisturi que cortou o topo desses depósitos”, disse Michael Lamb, da Caltech, especialista em rios e colaborador da equipe científica do Perseverance. “Nós vemos depósitos como este na Terra, mas eles nunca estão tão bem expostos quanto aqui em Marte. A Terra está coberta de vegetação que esconde essas camadas.”

“O que é emocionante aqui é que entramos em uma nova fase da história de Jezero. E é a primeira vez que vemos ambientes como este em Marte,” disse a vice-cientista do projeto Perseverance, Katie Stack Morgan do JPL. “Estamos pensando em rios em uma escala diferente da que tínhamos antes.”
Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Mundo 4475107027007929068

Destaques da semana

Rádio Ao Vivo!

SIGA-NOS

item