Mulher ganha bombons de presente e morre após comê-los; polícia apura envenenamento | Diário Sobralense News

Mulher ganha bombons de presente e morre após comê-los; polícia apura envenenamento

Segundo familiares, a vítima estava recebendo ameaças por meio das redes sociais. Ela ganhou os bombons de aniversário Créditos: Metrópoles ...

Segundo familiares, a vítima estava recebendo ameaças por meio das redes sociais. Ela ganhou os bombons de aniversário

Créditos: Metrópoles

Reprodução

Rio de Janeiro – A Polícia Civil do Rio de Janeiro, por meio da 20ª DP (Vila Isabel), investiga a morte da cuidadora de idosos Lindaci Viegas Batista de Carvalho, de 54 anos, que morreu após comer bombons que ganhou de aniversário. A corporação apura se a mulher foi vítima de envenenamento.

Segundo a irmã de Lindaci, Lenice Batista, um perito do Instituto Médico-Legal apontou, informalmente, a presença de chumbinho – famoso veneno para matar ratos – no corpo da vítima. O laudo que deve indicar a causa da morte da mulher deve ficar pronto em até 30 dias. Os chocolates foram apreendidos para análise.

Ameaças

Familiares de Lindaci relatam que a cuidadora estava recebendo ameaças nas redes sociais. No sábado, a mulher recebeu uma ligação que informava a entrega dos bombons – ela pediu que o presente fosse deixado na loja do atual namorado, em Vila Isabel.

Além dos bombons, a mulher recebeu um buquê de flores. Após pegar o pacote, Lindaci seguiu para um salão de beleza, de onde ligou para parentes e amigos a fim de descobrir quem havia enviado o presente, pois o embrulho não tinha remetente. Ela chegou a comentar com as pessoas no local que estava com medo de comer os chocolates “porque eles poderiam estar envenenados”.

Nas ligações, Lindaci descobriu que os bombons foram enviados pelo ex-marido, o que teria deixado a mulher segura no sentido de comer os doces. Logo em seguida, ao sair do salão, a vítima passou mal na rua. De acordo com a irmã de Lindaci, a cuidadora entortava os braços e revirava os olhos. Socorrida por policiais militares que passavam na rua, ela foi levada para o Hospital do Andaraí, onde já chegou morta.

Ainda segundo a família, depois que Lindaci passou mal, o ex-marido negou que tivesse enviado o bombom e afirmou que, no momento da ligação, tinha feito “uma brincadeira” com a vítima.

O enterro da mulher aconteceu na segunda-feira (22/5), no Cemitério do Catumbi. A vítima deixou dois filhos, um de 16 anos e outro de 17.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Brasil 5016100133779741181

Destaques da semana

Links indicados

Total de visualizações

Rádio Online ao Vivo

Jornal Paraíso

R DIAS CONSTRUÇÕES

Siga-nos nas nossas redes!

item