Nova curva da morte na BR 222 tem média de 7 acidentes por ano | Diário Sobralense News

Nova curva da morte na BR 222 tem média de 7 acidentes por ano

Os dados do levantamento da PRF apontam que nos últimos sete anos houve 47 acidentes no quilômetro 201 da rodovia federal. Créditos: Edwalcy...

Os dados do levantamento da PRF apontam que nos últimos sete anos houve 47 acidentes no quilômetro 201 da rodovia federal.

Créditos: Edwalcyr Santos / Sistema Paraíso

Reprodução

Considerado atualmente como um dos trechos mais perigosos, o quilômetro 201 da BR 222, situado na localidade de Cacimbinha em Forquilha, de acordo com os dados da Policia Rodoviária Federal (PRF), registrou nos últimos sete anos 47 acidentes, média de 7 por ano.

O saldo negativo nesse período foi de 13 óbitos e 15 feridos gravemente. A PRF cita como fator principal da causa de acidentes no local o excesso de velocidade para o trecho. Em segundo lugar é a falta de atenção, seguido de ultrapassagem indevida, ingestão de bebida alcoólica e animais na pista.


Os dois primeiros meses de 2023, já se igualaram a todo o ano de 2020, com quatro acidentes. Nos últimos sete anos, 2021 foi o que mais registrou ocorrências no trecho com 12 acidentes e 7 óbitos, seguido de 2017 com 10 acidentes e 4 óbitos. Somente nos últimos 14 meses considerando, o ano de 2022 e os dois primeiros meses de 2023, foram registrados 11 ocorrências sendo 9 tombamentos, uma saída de pista e uma colisão frontal.

O inspetor Flávio Dutra, assessor de comunicação social da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Sobral, falou com o Portal Paraíso sobre o trabalho da PRF para reduzir o número de acidentes no trecho e citou como exemplo o km 126, conhecido como ‘curva do Jorge’ em Itapajé onde foi feito o trabalho de sinalização pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) reduzindo consideravelmente o número de acidentes.

“O DNIT fez um trabalho muito bem feito no km 126, com a realização da sinalização tanto vertical como horizontal e a instalação de um fotossensor limitando a velocidade para 40km por hora. A partir desse trabalho não tivemos mais registro de acidentes graves no local. O km 201 que é uma curva fechada praticamente 180 graus, com risco grande de acidente se o veículo vier com velocidade incompatível para o local. Acreditamos que através das nossas solicitações documentais ao DNIT, o órgão já esteja fazendo o trabalho de planejamento para sinalização do trecho’, disse o inspetor.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Ceará 8999529112111323421

Destaques da semana

Links indicados

Total de visualizações

Rádio Online ao Vivo

Jornal Paraíso

R DIAS CONSTRUÇÕES

Siga-nos nas nossas redes!

item