Crianças morrem carbonizadas após incêndio em residência em Tururu/CE | Diário Sobralense News

Crianças morrem carbonizadas após incêndio em residência em Tururu/CE

Um incêndio em uma residência deixou duas crianças mortas na madrugada deste domingo, 5, em Tururu, a 128 quilômetros de Fortaleza.  Receba ...

Um incêndio em uma residência deixou duas crianças mortas na madrugada deste domingo, 5, em Tururu, a 128 quilômetros de Fortaleza. 

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

As vítimas, que tinham um e três anos de idade, eram irmãs e estavam dormindo no mesmo quarto no momento do incidente. De acordo com testemunhas, um curto-curto em um ventilador pode ter originado as chamas.

Reprodução

O fogo teria começado por volta das 4h30min, pouco depois da mãe das crianças sair de casa para trabalhar na feira de Umirim, cidade vizinha. Um irmão dela ainda tentou salvar as sobrinhas quando percebeu as chamas, mas ao conseguir entrar no quarto, se deparou com uma das crianças já sem vida. A outra ainda foi socorrida para uma unidade de saúde, mas também não resistiu.

"A primeira coisa que fiz ao entrar na casa foi correr para apagar o fogo", relatou Valdeci Silva, o parente das vítimas, em vídeo gravado momentos após o incêndio. O homem contou que teve dificuldades para debelar as chamas porque o ambiente estava completamente escuro. "Só tinha o clarão das lavaredas", completou.

Durante a ação, Valdeci sofreu queimaduras na panturrilha da perna direita, mas não precisou de atendimento médico. Segundo ele, o fogo teria se alastrado a partir dos punhos da rede em que uma das crianças dormia. "A tomada deve ter esquentado muito, pegou fogo, levou para a rede e a rede caiu por cima do colchão", explicou. Ele conseguiu apagar o fogo antes que as chamas se espalhassem para os demais cômodos da casa.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Perícia Forense confirmou a morte da criança de um ano no local da ocorrência. A segunda vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para uma unidade de saúde local e depois encaminhada ao Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, onde faleceu no começo da tarde deste domingo.

O POVO apurou que a família vivia em situação de insegurança alimentar, por isso a mãe acordava cedo para o trabalho mesmo aos fins de semana. O pai teria abandonado a esposa e os dois filhos há pouco tempo. A SSPDS informou que as circunstâncias do incêndio serão investigadas pela Delegacia Regional de Itapipoca.

Fonte: O Povo

Related

Ceará 1078428708456896030

Destaques da semana

Links indicados

Total de visualizações

Rádio Online ao Vivo

Jornal Paraíso

R DIAS CONSTRUÇÕES

Siga-nos nas nossas redes!

item