Crianças mantidas acorrentadas em casa no Ceará sofrem retardo no crescimento e desnutrição

Meninas de sete e 10 anos relataram que costumavam ficar sem água e comida e chegavam no quintal de uma casa em Juazeiro do Norte, no interi...

Meninas de sete e 10 anos relataram que costumavam ficar sem água e comida e chegavam no quintal de uma casa em Juazeiro do Norte, no interior do estado.

Créditos: G1 CE

Garotas eram mantidas em um quintal nos fundos de um imóvel em Juazeiro do Norte — Foto: Reprodução

As duas crianças de 7 e 10 anos resgatadas na noite de sexta (21) em situação de abandono e maus-tratos passam por avaliação médica neste sábado (22). Elas foram encaminhadas pelo Conselho Tutelar para uma unidade de acolhimento em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, que acompanha o caso.

Após uma primeira avaliação, foi identificado um quadro de retardo no crescimento devido à desnutrição, que já estava em um grau elevado. As duas também apresentavam problemas com a saúde bucal e sinais de maus-tratos, além de dificuldade com alimentação.

A Secretaria de Segurança Pública informou que a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte investiga a situação de abandono e supostos maus-tratos contra as vítimas e que outros detalhes “serão divulgados posteriormente para não atrapalhar a apuração”. Os responsáveis pelas crianças não foram localizados.

Sem comida e sem água

Em imagens feitas por testemunhas, as crianças aparecem isoladas em um quintal. Ao serem interrogadas, relataram que costumam ficar dias sem comida e água, além de serem constantemente amarradas com correntes e dormirem em uma cama improvisada. Os responsáveis pelas garotas não foram encontrados no imóvel.

Veja também:


A Secretaria da Segurança afirma que população pode contribuir com a investigação repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais, por meio do telefone (88) 3102-1116, da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte.

As denúncias também podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, ou para o (85) 3101-0181, o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Ceará 7654000376322518120

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item