Vídeo: Médica de Paulinha Abelha se defende após ser culpada por morte da cantora

Paula Cavallaro foi apontada nas redes sociais como uma das responsáveis pela morte da vocalista da banda Calcinha Preta; laudo médico provo...

Paula Cavallaro foi apontada nas redes sociais como uma das responsáveis pela morte da vocalista da banda Calcinha Preta; laudo médico provou o contrário

Créditos: Uai

Pela primeira vez, a nutróloga resolveu se pronunciar a respeito das acusações de ser uma das responsáveis pela morte precoce da vocalista da banda de forró Calcinha Preta em fevereiro deste ano por conta de medicamentos receitados. No entanto, o laudo médico de Paulinha Abelha comprovou o contrário.

Receba as notícias do Diário Sobralense no seu Telegram

Médica de Paulinha Abelha se revolta após ser culpada por morte (foto: Reprodução/Instagram/Montagem)

Até então, a profissional estava passando um tempo afastada das redes sociais esperando o laudo oficial da causa do falecimento. Cavallaro gravou um relato exclusivo em vídeo ao lado de Clevinho Santos, viúvo de Paulinha Abelha ao colunista Leo Dias do jornal Metrópoles e se defendeu das acusações injustas que sofreu.

"Não existe nexo causal entre os medicamentos prescritos e a doença que acometeu Paulinha. Embora todo o estrago que fizeram em minha vida pessoal e profissional, em momento algum eu duvidei de que a verdade viria à tona, como realmente veio", explicou.

No relato, Paula conta que devido às fakes news que sofreu envolvendo o seu nome, pacientes interromperam seus tratamentos e deixaram sua clínica. "Algumas pessoas utilizaram as redes sociais para me difamar, onde sofri acusações injustas, que não afetaram só a mim, mas prejudicaram também, outros profissionais médicos, e a muitos pacientes que interromperam seu tratamento em razão das inverdades disseminadas maldosamente nas redes sociais", desabafou.

Veja também:


A profissional resolveu se posicionar só agora após um encontro com Clevinho. "Nós estávamos aqui lembrando de momentos bons, felizes com Paulinha e acho que por essa memória eu me senti em paz para me posicionar e falar sobre tudo que aconteceu", destacou.

"Nós estávamos aqui lembrando de momentos bons, felizes com Paulinha e acho que por essa memória eu me senti em paz para me posicionar e falar sobre tudo que aconteceu. Enquanto ela estava internada, nós buscamos tudo de melhor no mundo que existia para ela, lutando. Não deu para gente ver o que estava se passando aqui fora", explicou.

"Eu fui atropelada por julgamentos e críticas erradas, infundadas, sem provas. E eu tive que obrigatoriamente esperar o laudo sair. Em março, ele saiu e comprovou tudo aquilo que já sabíamos. Aí meus amigos falaram que era hora de falar, mais de 10 anos de trabalho, mais de 8 mil pacientes atendidos. Mas aí, eu optei por viver o luto. Mesmo sabendo das consequências, eu optei por viver isso aqui", acrescentou.

Segundo o laudo médico, a morte de Paulinha Abelha foi ocasionada por uma grave infecção no Sistema Nervoso Central da artista e não teve relação com os medicamentos prescritos por Paula Cavallaro.


Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira

Related

Brasil 1507087638986335794

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item