Após perder contas no Instagram, ex-morador de rua enfrenta o fantasma do cancelamento nas redes

Givaldo Alves já teve várias contas canceladas no Instagram por grupos feministas Créditos: Metro World News O ex-morador de rua já Givaldo ...

Givaldo Alves já teve várias contas canceladas no Instagram por grupos feministas

Créditos: Metro World News

O ex-morador de rua já Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, teve pelo menos três contas canceladas no Instagram, uma delas com quase 500 mil seguidores, vítima de grupos feministas.

(Reprodução / Instagram)

Givaldo ganhou os holofotes quando um vídeo que vazou para as redes sociais mostraram ele sendo flagrado pelo marido de uma mulher com a qual fazia sexo dentro de carro, em Planaltina. Ele acabou sendo espancado pelo marido e foi parar no hospital. O vídeo correu as redes sem o seu conhecimento.

Desde que saiu do hospital sua vida mudou completamente. Das ruas, onde morava e dormia, passou para uma suíte em um hotel de Brasília. Em entrevista ao jornal O Globo, Givaldo disse que atualmente ganha cerca de R$ 13 mil por semana desde que virou garoto propaganda de uma empresa de criptomoedas e passou a faturar com publicidade e comercialização de vídeos personalizados para aniversários, casamentos e despedidas de solteiro.

VEJA MAIS


Paolla Oliveira ostenta corpaço ao desfilar na Marquês de Sapucaí; vídeo

Por trás de tudo isso está o consultor financeiro virtual Diego Aguiar, um youtuber que bancou um passeio de helicóptero para o ex-mendigo e um volta em um carro de luxo, uma Porsche vermelha. Tudo é registrado e compartilhado nas redes sociais do ex-morador de rua, que cada vez ganha mais seguidores.
Mas enquanto ele sobe nas redes, cresce também o ódio de grupos feministas, que o acusam de ter se aproveitado da mulher em Planaltina para alcançar a fama. O próprio marido da mulher, o personal trainer Eduardo Alves, afirma que sua esposa estava em surto psicótico e acusa Givaldo de tê-la estuprado.

Givaldo se defende dizendo que não abusou de ninguém , que foi convidado pela moça e que não tinha condições de avaliar se ela algum problema psicológico.

Ontem, pela primeira vez, Sandra Mara se pronunciou oficialmente através de suas redes sociais e disse que se sentia “profundamente dilacerada pelo ocorrido” e que foi vítima de chacotas e humilhada em rede nacional. Ela afirmou que teve um surto e não escolheu ter sua vida exposta na mídia.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira mão.

Related

Brasil 8758865638846916900

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item