Mulher morre com dezenas de perfurações após cirurgia plástica

Sara Gómez, de 39 anos, fez uma cirurgia estética no início de dezembro de 2021 e ficou internada por quase um mês Foto: Reprodução Sara Góm...

Sara Gómez, de 39 anos, fez uma cirurgia estética no início de dezembro de 2021 e ficou internada por quase um mês

Foto: Reprodução

Sara Gómez, de 39 anos, morreu no dia 1º de janeiro depois de passar por uma cirurgia de lipoescultura que deixou ferimentos “típicos de uma briga com facas”. O caso aconteceu na Espanha.

Ezequiel Nicolás, ex-marido de Sara e porta-voz da família da vítima, afirmou que a morte aconteceu em decorrência de múltiplas perfurações e lesões, de 0,5 a 2 centímetros, no rim, fígado, duodeno, cólon e intestino, sofridas durante a cirurgia.

A mulher foi a uma clínica privada em Cartagena, na Espanha, para se submeter ao procedimento no dia 2 de dezembro. Ela pagou £ 4,8 mil (equivalente a quase R$ 36 mil) pela intervenção.

Segundo o jornal The Olive Press, antes da cirurgia, Sara teria dito ao médico que já havia passado por esse tipo de procedimento. Entretanto, ela foi supostamente informada de que não causaria nenhum problema.

Depois de passar por uma operação de cinco horas, o cirurgião responsável teria dito à família da vítima que tudo havia corrido bem, mas que Sara tinha perdido muito líquido e, por isso, a equipe médica estava trabalhando para estabilizá-la.

Ela teve de ser levada às pressas ao Hospital Geral Universitário Santa Lucia três horas depois, onde foi internada com choque hipovolêmico e em estado grave.

O irmão de Sara, Ruben Gómez, disse ao noticiário local que “nem pensando ao extremo é possível imaginar a realidade que estamos passando agora”. “Eles a deixaram esperando lá por quatro horas, sangrando até a morte, e ela veio aqui em um estado quase fatal”, relatou.


Ezequiel Nicolás, ex-marido de Sara e porta-voz da família da vítima, afirmou que a morte aconteceu em decorrência de múltiplas perfurações e lesões, de 0,5 a 2 centímetros, no rim, fígado, duodeno, cólon e intestino, sofridas durante a cirurgia.

A mulher foi a uma clínica privada em Cartagena, na Espanha, para se submeter ao procedimento no dia 2 de dezembro. Ela pagou £ 4,8 mil (equivalente a quase R$ 36 mil) pela intervenção.

Ela teve de ser levada às pressas ao Hospital Geral Universitário Santa Lucia três horas depois, onde foi internada com choque hipovolêmico e em estado grave.

Fonte: Metrópoles

Related

Mundo 2867453325670523946

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item