Empresário é morto por esposa militar que tenta enganar policiais

Bruno Piva Junior, empresário de 52 anos, morreu nesta terça-feira (25) depois de ficar mais de 50 dias internado após sua esposa atirar nel...

Bruno Piva Junior, empresário de 52 anos, morreu nesta terça-feira (25) depois de ficar mais de 50 dias internado após sua esposa atirar nele. A mulher era tenente dentista do exército.

Foto: Reprodução

Vizinhos o levaram até o hospital Irmã Dulce para ser socorrido. Lá, ele passou por uma cirurgia de emergência e permaneceu internado até dia 25.

O crime aconteceu em Praia Grande, no litoral de São Paulo no início de dezembro no ano passado. A tenente chegou a dizer aos policiais, que foram atender a ocorrência, de que o marido foi baleado por um ladrão em uma tentativa de assalto. Ela foi presa em flagrante. A arma do crime foi encontrada em baixo de um carro na garagem do casal

O G1 apurou que a tenente dentista relatou em seu depoimento que era agredida pelo marido, e que ele desviou dinheiro dela, mas que não registrou nenhum boletim de ocorrência. A polícia ainda apura o caso.

VEJA MAIS





Tenente foi indiciada por homicídio após matar empresário

Em nota, o ministério público do Estado de São Paulo (MP-SP) diz que p caso está sendo investigado pela Polícia Civil. A tenente foi solta por decisão judicial.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o caso foi investigado pelo 2 º DP de Praia Grande. A tenente foi indiciada por homicídio tentado no momento do flagrante e a justiça deu sua liberdade provisória.

Fonte: DCM

Related

Brasil 8732417100876268802

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item