Prefeito de Juazeiro testemunha homicídio, persegue autor do crime, atira na perna e o prende

O prefeito de Juazeiro do Norte Gledson Bezerra (Podemos), que também é policial civil, testemunhou um crime de homicídio na manhã desta te...

O prefeito de Juazeiro do Norte Gledson Bezerra (Podemos), que também é policial civil, testemunhou um crime de homicídio na manhã desta terça-feira, 14, na cidade caririense. O gestor estava se deslocando de carro, quando avistou a cena do crime, ao constatar que se tratava de um homicídio, perseguiu o autor e deu voz de prisão.

Foto: Reprodução

“Na altura da Rua Letícia Vasconcelos, eu me deparei com um indivíduo que estava cravando uma faca no pescoço de outro, a vítima lá se debatendo no chão e um buraco enorme no pescoço da vítima. Como eu estava passando de carro, a minha esposa chamou atenção, ela disse: ‘O que é aquilo?’ E eu percebi, dei ré no carro, o autor montou na moto e saiu correndo”, contou Gledson em entrevista cedida esta manhã para a rádio local Vale FM.

Conforme o prefeito, ao perceber que se tratava de um crime de homicídio, e após a evasão do criminoso em uma moto, ele iniciou uma perseguição ao infrator. Depois de dar ordem de parada e o autor do crime não atender, Gledson jogou o veículo por cima da moto em fuga com objetivo de parar o fugitivo.

“Quando eu constatei que era um homicídio, botei (o carro) atrás do autor, e ele se evadiu de moto na frente e saiu em alta velocidade. Quando chegou lá na frente eu dei ordem de parada, ele não atendeu, eu joguei o carro por cima da moto dele para ele parar, era num terreno baldio, e aí quando ele caiu, ainda saiu correndo, eu botei atrás dele ainda, dei voz de parada, ele não atendeu aí, ele ainda meio que se virou para trás, eu mandei parar, ele não parou, e eu tive que dar um tiro na perna dele, porque ele simulou um ataque”, explicou o prefeito que também é policial civil.

O gestor municipal relatou que após o disparo, o indivíduo caiu no local. Gledson esperou a equipe do Samu chegar ao terreno onde aconteceu a perseguição final, para prestar atendimento médico ao homem. Com a chegada da viatura da Polícia, o prefeito deu voz de prisão ao autor do crime.

“Eu esperei a chegada da viatura e do Samu também, e dei voz de prisão no indivíduo. E infelizmente foi constatado que ele cometeu um homicídio, o cara morreu na hora. Tanto pelas fotos que eu recebi, golpes à altura do abdômen, as vísceras da vítima estava de fora, como também no pescoço, um buraco enorme”, disse o prefeito.

O Povo com informações da Rádio CBN Cariri

Related

Ceará 4775665681472804317

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item