Usuários de celulares recebem ligações misteriosas do próprio número no Ceará; Anatel alerta sobre suspeita de fraude | Diário Sobralense News

Usuários de celulares recebem ligações misteriosas do próprio número no Ceará; Anatel alerta sobre suspeita de fraude

  Usuários de aparelhos celulares do Ceará passaram a receber ligações misteriosas dos próprios números. Há relatos de clientes da operador...

 Usuários de aparelhos celulares do Ceará passaram a receber ligações misteriosas dos próprios números. Há relatos de clientes da operadora Oi em Fortaleza e outras cidades da Região Metropolitana, desde a semana passada, sobre este tipo de telefonema. "Fiquei com medo e não atendi", diz uma dona de casa que recebeu as ligações.

Os casos inusitados têm causado desconfiança e despertado a curiosidade dos proprietários das linhas ouvidos pelo g1, que estão em busca de uma resposta para saber o que está ocorrendo. Alguns deles chegaram a atender a ligação e não tiveram nenhuma resposta de quem estava do outro lado da linha. Já outros, preferiram não arriscar, por desconfiar que pode se tratar de alguma fraude.

O g1 entrou em contato com a operadora Oi, que apura a situação. "A Oi informa que vai verificar os casos relatados e que possui políticas e diretrizes internas voltadas à área de segurança da informação e antifraude, visando sempre a proteção dos dados de seus clientes", disse.

Anatel orienta a não atender as ligações e alerta sobre fraude

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) afirma que a recepção de chamadas do próprio número é sintoma de fraude, em que criminosos usam um recurso de falsificação da numeração original, criando alguma engenharia social para obter informações, dados, senhas, tokens de aplicações. O órgão recomenda que o consumidor não atenda as ligações.

Consumidor pode registrar o caso no Procon

O Procon Fortaleza orienta que, caso o consumidor se depare com uma ligação originada do próprio número de telefone, evite atendê-la, e que imediatamente acione a operadora de telefonia para registrar uma reclamação solicitando que não ocorra mais este tipo de chamada. Caso se repita, o consumidor pode procurar o Procon Fortaleza para registrar reclamação.

O Procon Fortaleza entende que as operadoras de telefonia são responsáveis pelo trânsito de chamadas e são veículos de transmissão de mensagens e/ou ligações telefônicas. "As operadoras têm que criar mecanismos de proteção dos dados dos consumidores", afirma a diretora do Procon Fortaleza, Eneylândia Rabelo.

Ainda segundo o órgão, ainda não há registro de denúncias e reclamações sobre o assunto, tampouco, denúncias de golpes a partir do recebimento de chamadas originadas do mesmo número de telefone.

Entre as pessoas pegas de surpresa com a ligação do próprio número está a dona de casa Maria Célia de Sousa Almeida, moradora de Maranguape, na Região Metropolitana, que recebeu a ligação nesta segunda-feira (18).

"Não atendi. Ligou três vezes, comentei com outras, que também me relataram que aconteceu o mesmo. Já tinha visto uma postagem em uma rede social sobre um caso parecido em São Paulo e que poderia ser golpe, então quando aconteceu comigo fiquei com medo e não atendi", relata Maria Célia.

O promotor de vendas Wellington Silva, morador de Itaitinga, começou a receber a ligação do próprio número na última sexta-feira (15). Depois disso, o caso se repetiu, chegando a ter oito ligações do próprio número somente nesta segunda.

“A primeira ligação recebi na sexta-feira. Estranhei, atendi, mas desliguei rápido. Ontem recebi cerca de oito ligações, mas não atendi, pois já tinha visto relato de outras pessoas que passaram pela mesma coisa. Inclusive, tenho colegas de Maracanaú e de Fortaleza em que aconteceram o mesmo", disse Wellington.

Segundo o jovem, ele usa chips de duas operadoras diferentes no aparelho celular e o problema está acontecendo apenas com uma delas.

Com a jornalista Cinthia Freitas, de Fortaleza, a ligação do próprio número também começou na última sexta-feira. Depois do primeiro episódio ela passou a receber as chamadas diariamente e já chegou a bloquear o próprio número, mesmo assim os casos não cessaram.

"Recebo várias ligações desses números de São Paulo. Às vezes atendo quando não aguento mais, porém é sempre a mesma coisa, desligam. Nesse dia [primeira vez que recebeu a ligação do próprio número] recebi uma atrás da outra, fiquei rejeitando, até que recebi a do meu número", relata Cinthia Freitas.

A jornalista chegou a fazer uma postagem na rede social alertando caso os colegas recebem alguma ligação suspeita do número dela.

(G1)

Related

Ceará 8496977275248445279

Destaques da semana

Links indicados

Total de visualizações

Rádio Online ao Vivo

Jornal Paraíso

R DIAS CONSTRUÇÕES

Siga-nos nas nossas redes!

item