Caixa Tem deve oferecer cartão e empréstimo para quem é baixa renda: Limite de até R$ 3 mil

O aplicativo foi uma forma de alcançar as pessoas que nunca tiveram uma conta em uma instituição financeira Foto: Reprodução O Caixa Tem tev...

O aplicativo foi uma forma de alcançar as pessoas que nunca tiveram uma conta em uma instituição financeira
Foto: Reprodução

O Caixa Tem teve sua criação no ano passado quando o governo federal lançou o Auxílio Emergencial e o Saque Emergencial do FGTS, em abril. No aplicativo, os usuários movimentam o dinheiro através da Conta poupança Social Digital.

O aplicativo foi uma forma de alcançar as pessoas que nunca tiveram uma conta em uma instituição financeira. Atualmente o Caixa Tem trabalha para ser no futuro um banco digital, como deseja o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

A partir da aprovação do Auxílio Brasil, programa que irá substituir o Bolsa Família, outros serviços serão disponibilizados pelo aplicativo. Entre eles, o cartão de crédito e uma linha de microcrédito para quem é baixa renda.
Empréstimos de até R$ 3 mil

Guimarães informou que o Caixa Tem vai ofertar em breve, empréstimos que estarão disponibilizados ainda em 2021.
A intenção é oferecer empréstimos que vão variar entre R$ 500 e R$ 3 mil. O valor será pré-aprovado no app. O pagamento das parcelas poderão ser divididas em 18 a 24 meses.

Segundo o presidente do banco, a medida tem como intenção estimular a economia que anda num momento delicado devido à pandemia do novo coronavírus.

Serão beneficiados com a liberação do microcrédito 30 milhões de brasileiros. Quem for de baixa renda terá acesso ao empréstimo como também os beneficiários do Bolsa Família.

Pensando numa possível inadimplência, o banco irá liberar através do aplicativo empréstimo com valores baixos. Facilitando o cliente a pagar em dia as parcelas do que foi contratado. O cliente saberá exatamente o valor da parcelar que deverá quitar.

Numa entrevista a TV Brasília e ao jornal Correio Braziliense, o presidente da Caixa disse que a intenção é alcançar as pessoas de baixa renda, afetadas pela pandemia do novo coronavírus, e também os beneficiários do auxílio emergencial. Elas poderão solicitar o crédito por meio do próprio Caixa Tem.

Guimarães também informou que o aplicativo passou a ser o primeiro vínculo bancário para muitos brasileiros que nuca tiveram conta em banco. Ele observou que uma das consequências da bancarização é a oferta do microcrédito.

“Quando estávamos fazendo pela primeira vez o cadastramento, 38 milhões de brasileiros não estavam em nenhum cadastro do governo federal e passaram a ser bancarizados exatamente devido ao auxílio. A partir do momento em que organizamos pela data de nascimento, foi possível saber as pessoas que teriam direito. As filas se reduziram muito e, com o passar dos meses, a utilização do Caixa Tem foi mais intensa”, disse Guimarães na entrevista.

Fonte: Jornal Contábil

Related

Finanças 146208699614259793

Links indicados

Destaques da semana

Siga-nos no Facebook

Rádios Parceiros


Sites parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Page Rank

seo checker

Total de visualizações

item