Estudo revela que Covid-19 é comum em gatos e cachorros

 As pessoas com Covid-19 podem transmitir a doença com frequência aos animais de estimação, e os gatos que dormem com os donos na cama “pare...

 As pessoas com Covid-19 podem transmitir a doença com frequência aos animais de estimação, e os gatos que dormem com os donos na cama “parecem correr um risco especial de infecção”, aponta um estudo apresentado no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas.

Pesquisas anteriores já tinham mostrado que gatos e cachorros podem contrair a Covid-19 através dos donos, mas não estava claro até que ponto eram suscetíveis e o que aumentava as possibilidades de serem afetados.

Para responder a essas perguntas, uma equipe da Universidade de Guelph, no Canadá, estudou cães e gatos que viviam em residências e que contraíram a doença por causa dos donos, além de animais de abrigos e outros de rua.

A equipe realizou exames de anticorpos, um sinal de infecção anterior, em 48 gatos e 54 cães de 77 residências, 75 de abrigos e 75 gatos de rua atendidos em clínicas veterinárias.

No caso dos domésticos, os donos responderam a um questionário sobre a forma como interagiam com os animais de estimação. Quanto tempo passaram com eles todos os dias, se acariciaram e beijaram os pets ou deixaram que lambessem o rosto, sentassem no colo ou dormissem na cama. O questionário também perguntava se os animais tinham estado doentes e que tipo de sintomas tiveram.

Para animais com dono, 67% dos gatos e 43% dos cães testaram positivo para anticorpos, em comparação com 9% dos animais de abrigos e 3% dos gatos de rua.

Os cães que tiveram Covid-19 apresentaram sintomas leves que desapareceram após pouco tempo. No caso dos gatos, a situação foi semelhante, mas três tiveram casos graves.

A quantidade de tempo que um dono passou com o cão e o tipo de contato que teve não afetou a probabilidade de o animal ser infectado.

No entanto, os gatos que passaram mais tempo com os donos “pareciam ter um maior risco de infecção” e os que dormiram na mesma cama “eram mais propensos a ter Covid-19”, de acordo com um comunicado.

Os autores do estudo observaram que a biologia dos gatos, incluindo os seus receptores virais, os torna mais suscetíveis à Covid-19 do que os cães, e que são mais propensos a dormir perto do rosto do dono, aumentando a sua exposição a qualquer infecção.

A taxa mais elevada de infecção em animais domésticos, juntamente com os resultados de estudos genéticos anteriores, sugerem que a via “mais provável” de transmissão é do ser humano para os animais de estimação, e não o contrário.

*EFE

Related

Saúde 2079006797236130583

Links indicados

Destaques da semana

Siga-nos no Facebook

item