Bolsonaro: "A democracia se vê ameaçada por alguns de toga"

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer um duro discurso, nesta quarta-feira (7), contra os ministros do Supremo Tribunal Federal. Em ent...

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer um duro discurso, nesta quarta-feira (7), contra os ministros do Supremo Tribunal Federal. Em entrevista a uma rádio gaúcha, Bolsonaro criticou a interferência do STF na pauta do voto impresso auditável, bandeira defendida pelo presidente como solução para se evitar fraudes eleitorais em 2022.

– Realmente é preocupante a interferência absurda por parte de alguns ministros, ou vários do Supremo Tribunal Federal – iniciou o chefe do Executivo.

Como exemplo da postura invasiva de alguns ministros, Bolsonaro citou o decreto que tinha a intenção de assinar para impedir que governadores e prefeitos pudessem impor medidas restritivas durante a pandemia. Na ocasião, o STF deliberou que autoridades locais tinham autonomia para decretar as restrições.

O presidente ainda citou diretamente o ministro Luís Roberto Barroso, que atualmente é presidente Tribunal Superior Eleitoral e promove uma ampla articulação com o Congresso Nacional para que o voto impresso e auditável não seja aprovado nas Casas legislativas.

– A democracia, sim, se vê ameaçada por parte alguns de toga que perderam a noção de onde vão os seus deveres e os seus direitos. Quando você vê o ministro Barroso e o Parlamento brasileiro negociar com algumas lideranças partidárias para que o voto impresso ou auditável — é a mesma coisa — não fosse votado na comissão especial, o que ele quer com isso, no meu entender? Que vai ser comprovado nos próximos dias, vai ser comprovado da minha parte: fraude nas eleições – disse o presidente. (Pleno News)

Related

Politica 7162825474105799045

Links indicados

Destaques da semana

Siga-nos no Facebook

item