This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.This theme is Bloggerized by Lasantha Bandara - Premiumbloggertemplates.com.

terça-feira, 28 de maio de 2019

403 mil pessoas ainda precisam se vacinar contra a gripe no Ceará

Até a manhã de ontem (27), a distribuição de doses da 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe havia contemplado pouco mais do que 1,9 milhões de pessoas no Ceará, equivalente a 74,25% do total de habitantes que compõem os grupos prioritários para tomar a vacina no Estado. A meta do governo é vacinar 90% dessa população, o que significa que cerca de 403 mil ainda estão faltando.




A Campanha de Vacinação termina próxima sexta-feira (31) e havia iniciado no último dia 10 de abril, com a vacinação de todos os grupos prioritários tendo iniciado de fato em 19 de abril. Segundo a Secretaria de Saúde (Sesa), as vacinas contra a influenza estão disponíveis em todos os postos de saúde dos municípios cearenses.

A vacina contra a influenza é trivalente, protegendo contra H1N1, H3N2 e a influenza do tipo B Victoria. Trata-se de uma doença sazonal, mais comum no inverno. No Brasil, devido às diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nos estados. “Se você faz parte do grupo prioritário, não perca essa oportunidade de se vacinar contra a gripe. Vá ao posto de saúde mais próximo da sua casa”, destaca a coordenadora de Vigilância em Saúde, Daniele Queiroz.

Os grupos prioritários são as crianças de 6 meses até menores de 6 anos, gestantes, idosos com 60 anos ou mais, mulheres com até 45 dias pós-parto, doentes crônicos, trabalhadores da saúde, população indígena, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, população carcerária e funcionários do sistema prisional e professores de escolas públicas e particulares e profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).

“A vacina não tem capacidade de causar gripe, de fazer que as pessoas fiquem gripadas porque é composta de pequenas partículas de vírus e essa partícula não tem poder de provocar a doença”, lembra a coordenadora.

A doença
A gripe A é uma doença respiratória aguda e é diferente de uma gripe comum, por ser causada por um subtipo distinto do vírus influenza, o H1N1. A transmissão acontece de pessoa a pessoa pelo contato com secreções respiratórias. Causa febre alta, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça. “Se ocorrer falta de ar, respiração rápida, vômito e recusa alimentar, a procura ao serviço básico de saúde deve ser imediata”, orienta Gláucia Ferreira, infectologista pediátrica do Hospital São José (HSJ).

A Secretaria de Saúde lembra que as Unidades Básicas são a porta de entrada na assistência aos pacientes com quadro gripal, pois nem toda gripe é H1N1. Após a avaliação médica do posto de saúde, apenas caso se trate de um quadro mais grave do que o de uma gripe comum é que o paciente deve ser encaminhado ao hospital mais próximo.

Cobertura da vacinação por grupo
– 542.264 crianças de seis meses a menores de seis anos (77,12%) – 76.843 gestantes (81,14%) – 130.504 trabalhadores de saúde (71,35%) – 13.097 mulheres com até 45 dias pós-parto (84,12%) – 716.772 idosos (77,51%) – 22.380 índios (85,84%) – 96.863 professores de escolas públicas e particulares (71,65%) – 287.993 doentes crônicos (69,37%) – 3.565 população privada de liberdade (11,61%) – 4.106 funcionários do sistema prisional (120,16%) – 8.937 policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas (28,06%) – TOTAL: 1.903.324 (74,25%)

Fonte: O ESTADO

links indicados

Destaques da semana

Recomendamos