Veja mais:

Para enganar PF, advogado joga dinheiro em vaso sanitário

Ex-executivo de companhia de energia de Minas Gerais foi preso na Grande Belo Horizonte. Uma cena inusitada foi flagrada pela Políc...

Ex-executivo de companhia de energia de Minas Gerais foi preso na Grande Belo Horizonte.


Uma cena inusitada foi flagrada pela Polícia Federal na Grande Belo Horizonte, nesta sexta-feira (9), durante as atividades da Operação Capitu, que investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Um advogado alvo da ação policial jogou cerca de R$ 3 mil dentro de uma privada de sua casa, com o objetivo de enganar os agentes, informou o G1. 


O advogado Mateus de Moura Lima Gomes, ex-diretor vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), foi detido em seu condomínio no município de Nova Lima. Além dele, a Operação Capitu mirou o vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), o empresário Joesley Batista, dono da JBS, e mais 14 pessoas foram detidos. As prisões são temporárias, ou seja, válidas por cinco dias.

Related

Brasil 1694102866018620015

Mais lidas

Links indicados

CURTA NOSSA PÁGINA

Seguir por Email

Confira

Sobral tec

SOBRAL NET

SOBRAL NET

R DIAS

R DIAS

pizza na pedra o mario

Elite Educação

ótica do trabalhador

Máquina de Cartão de Crédito

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681 http://go.onclasrv.com/afu.php?zoneid=1786153