Pesquisa BTG/FSB: Bolsonaro tem 30% após facada, seguido de Ciro (12%)

Candidato do PSL segue na liderança, de acordo com sondagem. Pedetista ultrapassa Marina, que surpreende com percentual de rejeição . Reda...

Candidato do PSL segue na liderança, de acordo com sondagem. Pedetista ultrapassa Marina, que surpreende com percentual de rejeição.
Redação Metrópoles
.
Após ser vítima de uma facada durante ato de campanha, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), segue em ascendência na liderança isolada da disputa presidencial em outubro, com 30% das intenções de voto, alta de 4 pontos percentuais em relação à ultima semana, seguido pelo presidenciável pedetista, Ciro Gomes, que mantém 12%, em vantagem significativa conta os demais adversários, conforme a pesquisa semanal encomendada pelo banco BTG Pactual ao Instituto FSB.
Com alta no percentual de rejeição, Marina Silva (8%), da Rede, aparece empatada com Geraldo Alckmin (8%), do PSDB, e Fernando Haddad (8%). A pesquisa FSB/BTG foi feita durante o fim de semana (8 e 9 de setembro), após o atentado envolvendo o candidato Jair Bolsonaro, esfaqueado durante ato de campanha na última sexta-feira (7) em Juiz de Fora (MG).
No levantamento anterior, Marina estava com 11%, em empate técnico com Ciro Gomes, que pontuava 12% na última semana. Na pesquisa desta semana, aparecem embolados com 3% das intenções de voto, cada um, os candidatos João Amoêdo (Novo)Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB)Guilherme Boulos (PSol) e Cabo Daciolo (Patriota)aparecem com 1% na lanterna do levantamento. Os demais candidatos não pontuam nesse levantamento, registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-01522/2018. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.
Rejeição
A candidata da Rede, Marina Silva, surpreende com a alta na rejeição entre os eleitores ouvidos pela pesquisa, com uma alta de 58% para 64%. A ex-senadora foi a única postulante a ter alta significativa no nível de rejeição no levantamento semanal do BTG Pactual encomendado ao Instituto FSB.
Apoio de Lula
Impedido de concorrer em razão da Lei da Ficha Limpa, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece com um potencial de 63% de transferência de votos para o mais provável candidato do PT à sucessão presidencial, Fernando Haddad. O percentual representa uma alta de 2 pontos percentuais em relação ao último levantamento.

Related

Politica 8455641520069905782

As mais lidas da semana

links indicados

CURTA NOSSA PÁGINA

Seguir por Email

Máquina de Cartão de Crédito

SOBRAL NET

ponto do consorcio

Brenda's Estética

R DIAS

pizza na pedra o mario

Elite Educação

junior suplementos e academa

.

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681 http://go.onclasrv.com/afu.php?zoneid=1786153