Mais serviços do INSS passam a exigir agendamento a partir desta segunda-feira (16)

Objetivo é evitar que as pessoas compareçam às agências por conta de serviços que já estão disponíveis pelo portal Meu INSS Agência O ...

Objetivo é evitar que as pessoas compareçam às agências por conta de serviços que já estão disponíveis pelo portal Meu INSS


Agência O Globo

Nesta segunda-feira (16),  o INSS passa a exigir agendamento para atendimentos que até então eram feitos diretamente nas agências previdenciárias. Agora, o trabalhador que quer consultar o extrato previdenciário (também conhecido como extrato CNIS), o histórico de crédito de benefício ou a carta de concessão de sua aposentadoria tem que agendar dia e hora pela internet (meu.inss.gov.br) ou pela central de atendimento telefônico 135.

O agendamento também passará a ser exigido caso o segurado queira obter o extrato de empréstimo consignado ou de Imposto de Renda, assim como pedir a Declaração de Benefício – Consta/Nada Consta. O objetivo é evitar que as pessoas compareçam às agências por conta de serviços que já estão disponíveis pelo portal Meu INSS (meu.inss.gov.br).

Quem comparecer a uma agência sem agendamento prévio será instruído a voltar depois de fazer a marcação, se quiser um atendimento presencial, sendo também orientado a se cadastrar no site para obter o documento desejado sem sair de casa.

O INSS também lembra que algumas instituições bancárias já oferecem a consulta ao extrato previdenciário, a exemplo de Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Com utilizar o Meu INSS
Para utilizar o Meu INSS, é preciso fazer o cadastro em meu.inss.gov.br, o que leva de três a cinco minutos. O segurado precisa informar o nome completo, o CPF, a data e o local de nascimento, além do nome da mãe, para que o sistema gere uma senha de acesso provisório.

Assim que o login é efetuado, aparece uma mensagem instruindo o segurado a criar a própria senha. Depois desse procedimento, o interessado já pode conferir os serviços oferecidos pelo portal.

Também é importante ter em mãos a carteira de trabalho, pois algumas perguntas sobre a vida trabalhista e as contribuições feitas ao INSS são feitas para garantir que se trata mesmo do titular acessando a ferramenta.

Outros serviços já agendados

No dia 24 de maio, outros serviços oferecidos pelo INSS que até então eram solicitados diretamente nas agências previdenciárias — sem a necessidade de marcação de dia e horário de atendimento — passaram a exigir agendamento.

Entre os serviços que já exigem marcação estão: atualização de dados cadastrais e transferência de benefícios para outras agências. O mesmo valerá para as pessoas que desejam atualizar dados para efeito de Imposto de Renda, alterar o meio de pagamento do benefício, cadastrar ou renovar uma procuração concedida a um representante legal, e reativar um benefício suspenso ou cancelado.

Outras situações que, em maio, passaram a requerer agendamento são: renúncia de pensão por morte ou auxílio-reclusão, solicitação de um valor não recebido, cadastramento ou atualização de dados de dependentes para a concessão de salário-família, suspensão de benefício assistencial à pessoa com deficiência para inclusão no mercado de trabalho (ou reativação deste mesmo benefício) e emissão de certidão para saque de PIS/Pasep/FGTS.

O INSS também passou a marcar data e hora para quem quer cadastrar declaração de cárcere (quando o segurado é preso), desistir de aposentadoria, desbloquear benefício para empréstimo ou emitir certidão comprovando que não há dependentes habilitados a receber pensão por morte de um segurado.

Related

Brasil 1711425618987448129

As mais lidas da semana

links indicados

CURTA NOSSA PÁGINA

Seguir por Email

Máquina de Cartão de Crédito

SOBRAL NET

ponto do consorcio

Brenda's Estética

R DIAS

pizza na pedra o mario

Elite Educação

junior suplementos e academa

.

item
http://go.oclasrv.com/afu.php?zoneid=2028681 http://go.onclasrv.com/afu.php?zoneid=1786153