Homem morto com esposa e filha já havia sido preso por tráfico | Diário Sobralense News

Homem morto com esposa e filha já havia sido preso por tráfico

Família foi achada morta com sinais de execução em canavial na cidade paulista de Votuporanga Créditos: Pleno News Foto: Reprodução/Arquivo ...

Família foi achada morta com sinais de execução em canavial na cidade paulista de Votuporanga

Créditos: Pleno News

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O mecânico Anderson Marinho, de 35 anos, que foi morto a tiros junto com a mulher e a filha, já havia sido preso em 2015 por tráfico de drogas. A informação foi publicada pelo site Metrópoles nesta terça-feira (2). Os corpos de Anderson, da esposa Mirele Tofalete e da filha Isabelly Tofalete foram achados em um canavial na cidade de Votuporanga, em São Paulo, na última segunda (1°).

De acordo com o Metrópoles, Anderson tinha sido preso no dia 14 de abril de 2015, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça. Dias antes, ele e outro homem teriam fugido de um rancho na área rural de Olímpia, em São Paulo, quando Ricardo Luis Pedro, conhecido como “rei do tráfico”, foi detido junto com um comparsa, em flagrante, com drogas.

O registro criminal de Anderson indicou ainda que ele foi condenado por tráfico de drogas em 18 de dezembro de 2015, a dois anos e um mês de pena, já iniciada no regime semiaberto. Antes disso, ele ficou preso provisoriamente no Centro de Detenção Provisória de São José do Rio Preto. Em abril de 2016, Anderson recebeu o benefício de cumprir o restante da pena em prisão domiciliar.

SOBRE O CASO

Anderson, Mirele e Isabelly desapareceram no último dia 28 de dezembro após saírem para comemorar um aniversário em São José do Rio Preto, no estado de São Paulo. Os três foram encontrados mortos na tarde da última segunda (1°) com sinais de execução.

Segundo a polícia, os corpos dos três estavam em estado de decomposição quando foram localizados. As vítimas tinham marcas de tiros. O homem estava caído fora do carro, enquanto mãe e filha foram encontradas dentro do veículo. Os cadáveres foram achados por um morador em um canavial na cidade de Votuporanga, também no estado de São Paulo.

No último domingo (31), a irmã de Anderson, Geise Ribeiro, havia relatado ao portal G1 que o carro da família tinha sido visto pela última vez após passar por um radar que fica no perímetro de Mirassol (SP), cidade que não estava nos planos da viagem.

– Eu tinha conversado com ele no dia anterior, ele só falou que iria sair para comemorar o aniversário da esposa em um almoço em São José do Rio Preto. A última conversa estava tudo normal, tudo certo. Ele não tinha planejado nada além disso – contou Geise.



Receba notícias do Diário Sobralense e fique por dentro de tudo!

Escolha a sua comunidade:
 WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
 Entrar no Grupo
 
TelegramEntre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo

Related

Brasil 4950748732426615872

Destaques da semana

Links indicados

Total de visualizações

Rádio Online ao Vivo

Jornal Paraíso

R DIAS CONSTRUÇÕES

Siga-nos nas nossas redes!

item