Vice-governadora diz que diretores podem solicitar policiamento dentro de escolas

Em resposta a ataques e ameaças a escolas, que foram registrados nas primeiras semanas de abril, o Ceará passou a realizar rondas policiais ...

Em resposta a ataques e ameaças a escolas, que foram registrados nas primeiras semanas de abril, o Ceará passou a realizar rondas policiais nas proximidades das instituições de ensino. 

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Reprodução

A governadora em exercício do Estado, Jade Romero (MDB), junto à secretária da Educação, Eliana Estrela, anunciou reforço às medidas desenvolvidas com o intuito de prevenir novos casos. O incremento foi anunciado nesta terça-feira, 11, durante o lançamento do programa "Enem Chego Junto, Chego Bem", na Estação das Artes, em Fortaleza, nesta terça-feira, 11,

Segundo a vice-governadora, as rondas já estão sendo realizadas por equipes do Comando da Polícia Militar para Prevenção e Apoio às Comunidades (Copac/PMCE) e diretores de escolas públicas e particulares podem solicitar policiamento de aproximação também na parte interna das instituições.

“Já estão sendo realizadas as rondas próximas às escolas, inclusive os diretores que desejarem um policiamento de aproximação do Copac também dentro da área interna da escola podem solicitar à Polícia. Caso haja alguma denúncia, é importante orientar a população a procurar o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops)”, afirma Jade, que é vice de Elmano de Freitas (PT).

A secretária da Educação do Estado, Eliana Estrela, salienta a importância dos profissionais que atuam prestando apoio psicológico nas escolas para a propagação da cultura de paz.

“A escola pra gente é um lugar de sonhos, de vida. Temos que cultivar cada vez mais a paz, o amor, a alegria, a energia da juventude. Nós temos muitos projetos nas nossas escolas e aqui quero fazer um reconhecimento especial aos professores, gestores e servidores de uma forma geral que se dedicam a esse trabalho e a desenvolver competências socioemocionais (com os estudantes)”, comenta.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que as equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) estão “realizando rondas e paradas de viaturas em pontos-bases na frente de escolas públicas e privadas e vêm mantendo conversas de aproximação com diretores e responsáveis por unidades de ensino”. Além disso, as equipes de serviço também realizam visitas nas instituições escolares durante os turnos que ocorrem as aulas.

Conforme investigações preliminares, do dia 3 de abril de 2023 até a tarde desta terça-feira, 11, foram identificadas 18 autorias de perfis em mídias sociais. Destes, seis pessoas foram conduzidas a unidades da Polícia Civil.

A pasta destaca ainda que informações associadas ao assunto e a perfis em mídias sociais são monitoradas pela Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS e pelo Departamento de Inteligência Policial (DIP) PC-CE.

Denúncias

A SSPDS reforça que a população pode contribuir com as investigações repassando informações, com sigilo e anonimato garantidos.

Disque-Denúncia: 181
WhatsApp da SSPDS: (85) 3101 0181
Nota da Redação⁠

O POVO opta por não publicar foto, vídeo, nome ou qualquer detalhe sobre autores de ataques a escolas. A decisão atende a recomendações de estudiosos em comunicação e violência. ⁠

Entendemos que a divulgação dessas informações pode vir a estimular novos agressores, que usem a divulgação da imprensa profissional como forma de promoção de atos de violência.⁠

(O Povo)

Related

Ceará 7766624271760746377

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Ouça Ao Vivo!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item