Professora é assassinada a tiros em Pacajus, e marido é preso em flagrante por feminicídio | Diário Sobralense News

Professora é assassinada a tiros em Pacajus, e marido é preso em flagrante por feminicídio

Casal estaria em processo de separação, conforme informações não oficiais. Suspeito foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio. Crédit...

Casal estaria em processo de separação, conforme informações não oficiais. Suspeito foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio.

Créditos: Diário do Nordeste

Reprodução

A professora Nagela Eduardo Alves, de 37 anos, foi assassinada, nessa quinta-feira (23), em Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza. O marido dela, de 44 anos, é o principal suspeito do crime de feminicídio e foi preso em flagrante.

Informações policiais indicam que o homem efetuou diversos disparos de arma de fogo contra a mulher em um imóvel no bairro Dedé. Uma fonte ligada à Prefeitura de Horizonte, onde a docente era servidora, detalhou que o casal estava em processo de separação e teria discutido antes do crime.

Ainda conforme a fonte, que não quis se identificar, uma criança, que seria filha dos dois, teria presenciado a tragédia, informação que não foi confirmado pelas autoridades.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) relatou que a vítima morreu ainda no local, antes mesmo de receber atendimento médico, após ser alvejada pelos tiros. O suspeito foi preso em flagrante por agentes da Polícia Militar e encaminhado para uma unidade de saúde, porque teria tentado se matar após o crime. O estado de saúde dele não foi divulgado.

O homem foi autuado por feminicídio na Delegacia Municipal de Horizonte, unidade plantonista da Polícia Civil. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi acionada e atendeu a ocorrência. Na residência, uma arma e munições foram apreendidas. As investigações seguem a cargo da Delegacia Metropolitana de Pacajus.

NOTAS DE PESAR E SOLIDARIEDADE

Apesar de residir no município de Pacajus, Nagela Eduardo trabalhava em outra cidade de Região Metropolitana de Fortaleza: Horizonte. Nas redes sociais, o prefeito Nezinho Farias (PDT) lamentou a perda da servidora, que classificou como uma professora "muito dedicada".

"Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento da servidora pública professora Nagela Eduardo Alves, lotada na Escola Jorge Pereira da Rocha. Nagela sempre foi muito dedicada a sua missão como educadora e com certeza fez a diferença na vida de inúmeros alunos horizontinos. Lamento o ocorrido, e desejo os meus sinceros sentimentos aos familiares, amigos, colegas de trabalho e alunos, que Deus possa confortá-los nesse momento de dor. Descanse em paz, professora Nagela", escreveu o político.

A Prefeitura de Horizonte também emitiu uma nota de pesar sobre o caso.

"É com profundo pesar e tristeza que a Prefeitura de Horizonte recebe a notícia do falecimento da nossa servidora pública da secretaria de educação, lotada na Escola Jorge Pereira da Rocha, a professora Nagela Eduardo Alves.
Muito dedicada e compromissada, Nagela deixou sua marca nas instituições em que passou, contribuindo para a educação de centenas de alunos, por quem sempre era muito querida. Nos solidarizamos com os parentes, amigos, equipe de trabalho e alunos que tiveram a alegria de sua convivência, que Deus conforte o coração de todos nesse momento de dor e saudade", disse.

A Guarda Municipal de Pacajus, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Transporte (SSPT), lamentou o falecimento da professora, que seria irmã de um dos agentes da instituição. "Fica registrado nossas condolências a toda família".

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Related

Ceará 5438179451455150525

Destaques da semana

Rádio Ao Vivo!

SIGA-NOS

item