Boko Haram liberta 11 meninas sequestradas em 2014

O governo da Nigéria confirmou, nesta sexta-feira (2), que 11 das 275 meninas sequestradas em 2014 na cidade de Chibok foram libertas pelos ...

O governo da Nigéria confirmou, nesta sexta-feira (2), que 11 das 275 meninas sequestradas em 2014 na cidade de Chibok foram libertas pelos terroristas do Boko Haram que as mantinham como esposas ou escravas sexuais.

Receba notícias do Diário Sobralense pelo Google Notícias | Facebook | Twitter | Telegram

Reprodução

Segundo informações da Missão Portas Abertas, as vítimas resgatadas estão em Maiduguri, capital do estado de Borno, recebendo cuidados em uma clínica.

O nome das 11 jovens libertas são: Hauwa, Maryama, Ruth, Kauna, Hanatu, Aisha, Falmata, Asabe, Jinkai, Iyagana e Rejoice.

Outra informação sobre as meninas é que elas estavam acompanhadas de 21 crianças, todas elas tiveram mais de um filho no cativeiro, fruto de relacionamentos abusivos com os terroristas.

Veja também:

Em entrevista, algumas disseram que eram violentadas diariamente pelos soldados do grupo.

Rejoice, por exemplo, relatou que foi obrigada a se casar com um militante e forçada a agir como islâmica. A jovem Kauna estava com três filhos quando foi resgatada. Aisha foi encontrada com um filho de 4 anos e estava grávida novamente quando foi libertada.

– Já estamos em contato com nossos pais. Agradecemos ao governo pelas medidas que contribuíram para nossa liberdade. Queremos voltar para casa, para nossa família e para a escola. Queremos recomeçar nossa vida – disseram elas em entrevista.

SEQUESTRO CAUSOU COMOÇÃO MUNDIAL

O sequestro de 275 adolescentes que estavam em uma escola na cidade de Chibok, em abril de 2014, causou comoção mundial.

Muitas celebridades e lideranças políticas imploraram aos terroristas que devolvessem as meninas para as suas famílias.

Na Nigéria, o grupo Boko Haram realiza vários ataques como esse, levando jovens como escravas sexuais enquanto lutam para instaurar a sharia no norte do país.

Outro sequestro famoso é o da jovem Lean Sharibu, moradora de Dapchi, que permanece desaparecida desde 19 de fevereiro de 2018.

(Pleno News)

Related

Mundo 6409276460599502938

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item