Preso por matar a esposa morre após passar mal em presídio no Rio

Samy Foaud Hammad teve insuficiência renal e veio a óbito dois dias após dar entrada no Hospital Albert Schweitzer, na zona oeste da cidade ...

Samy Foaud Hammad teve insuficiência renal e veio a óbito dois dias após dar entrada no Hospital Albert Schweitzer, na zona oeste da cidade.

Créditos: Metrópoles

Reprodução

Rio de Janeiro – Preso desde abril deste ano por matar a esposa, Samy Fouad Hammad, de 42 anos, morreu na última sexta-feira (29/7) por insuficiência renal aguda. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), o homem passou mal na quarta-feira (27/7) e foi levado para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste do Rio. Dois dias depois foi constatado o óbito.

Ayend Cristine Nascimento Hammad, de 31, foi morta na em casa em que morava com o marido e os dois filhos, de 4 e 6 anos, em Vila Isabel, na zona norte da cidade. O corpo foi encontrado no dia 29 de abril, desfigurado e com sinais de estrangulamento.

Veja também:

De acordo com o jornal O Globo, Samy chegou a avisar à família da vítima que tinha cometido o crime. A estudante relatava às amigas uma situação tensa no relacionamento:

“Só fui chamada de puta, vaca, interesseira”, disse em uma das mensagens.

Entre janeiro e junho, o estado do Rio de Janeiro registrou 57 casos de feminicídio e 143 de tentativas do crime, conforme apontam dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira

Related

Brasil 1463167471073422546

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item