Sobral está infestado com o mosquito da dengue

Segundo o órgão, a situação dos distritos é mais preocupante, no que se refere às doenças causadas pelo Aedes Aegypti. Por Marcelino Jr / Si...

Segundo o órgão, a situação dos distritos é mais preocupante, no que se refere às doenças causadas pelo Aedes Aegypti.

Por Marcelino Jr / Sistema Paraíso

Receba as notícias do Diário Sobralense no seu Telegram

A Unidade de Vigilância de Zoonoses encerrou, no dia 1º de julho, o terceiro ciclo de visitação predial no município. De acordo com os dados do órgão, a cada 100 residências visitadas, foram encontrados focos do mosquito Aedes aegypti em, pelo menos, duas delas.

Foto: Reprodução

A visitação predial é realizada a cada dois meses, em todo o município, seja sede ou distritos. Nesse terceiro ciclo, os agentes visitaram 113.500 imóveis em zona urbana, detectando focos em 1.888 deles. “Isso nos dá uma média de 1,66% para o Índice de Infestação Predial”, explica o gerente da Zoonoses, Rafael Lima. “O ideal é que esse índice seja abaixo de 1%, por isso, todo o município está em alerta para a presença do mosquito”, conclui.

Neste ano, Sobral já notificou 2.164 casos suspeitos de dengue; 363 casos suspeitos de chikungunya; e 80 suspeitas de zika vírus. Desses, foram confirmados 296 casos de dengue; 36 de chikungunya e 2 de zika vírus. Para mudar essa realidade, Rafael reforça que é necessário um forte empenho da população. “Dentro desse contexto, temos cerca de 80% dos focos em imóveis residenciais, em vasilhas como pratos, vasos e tigela de água do bichinho de estimação. Precisamos que as pessoas se empenhem e cuidem de sua residência para não deixar que o mosquito apareça”, reforça.

Veja também:

Na sede, todos os bairros apresentam altos índices, que vão desde 1% até 3,9%. Já nos distritos, os mais preocupantes são Patos, Taperuaba, Bonfim, Baracho, Jordão, Aprazível e Rafael Arruda. Além das visitas, Rafael explica que são feitas ações em conjunto com outras secretarias municipais, além da aplicação do bloqueio químico focal e o uso do carro fumacê. “Já utilizamos o fumacê em todo o distrito de Aprazível e Taperuaba, além dos bairros Novo Recanto, Vila União, Padre Palhano, Alto do Cristo, algumas áreas do Centro e outros bairros que apresentam alto índice”, enumera.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira

Related

Sobral 942865815756844036

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item