Desaparecimento de Viviane Madeira chega há 2 meses

Enquanto o país se mobiliza à procura de um jornalista estrangeiro e um indigenista na Amazônia, a sobralense Viviane Madeira está desaparec...

Enquanto o país se mobiliza à procura de um jornalista estrangeiro e um indigenista na Amazônia, a sobralense Viviane Madeira está desaparecida há dois meses sem qualquer pista.

Créditos: Ana Karine / Sistema Paraíso

Nesta terça-feira, completaram 2 meses do desaparecimento da jovem, que segue em investigação pela Delegacia Regional de Sobral. 

Receba as notícias do Diário Sobralense no seu Telegram

Foto: Reprodução


Durante esses meses, família e amigos também se dedicaram a obter informações sobre o paradeiro. Em um perfil criado e intitulado @encontrarvivi, pessoas próximas deixam homenagens e fazem a contagem dos dias que se passaram sem a menor explicação do sumiço.
Para enfatizar que a jovem não foi esquecida, já foram realizadas caminhadas, panfletagem e adesivaço em carros. Em entrevista para a TV Paraíso, a prima de Vivi, Lara Madeira alerta para as pistas e como pessoas que a viram neste dia podem relatar “Se você acredita que viu a Viviane em algum local, é muito importante que você repasse para a polícia civil”.

A profissional de educação física foi vista pela última vez em uma casa de shows na madrugada do dia 7 de abril.
No início das buscas vazaram imagens da moça dançando e aproveitando a festa em que estava no Palmeiras Country Clube, que retrata o quanto a jovem era extrovertida e alegre. As imagens correlacionam-se com os relatos dos amigos e familiares na conta do Instagram, que dizem “Uma das pessoas mais extrovertidas que já conheci, dona de uma energia maravilhosa, gargalhadas gostosas de ouvir e que é impossível não se contagiar’, comenta a amiga, Geisa Nunes.

Já a tia, Marcélia Madeira, atenta para a falta de sensibilidade que algumas pessoas tiveram ao compartilharem comentários ofensivos sobre a sobrinha “A Viviane é uma pessoa muito comunicativa, uma menina muito bacana e muito amiga”.

De acordo com informações, no dia do desaparecimento, ela havia postado um “story” no Instagram, com uma foto de uma lanchonete onde estava. Alguns amigos avisaram para a família que em seguida ela foi há dois restaurantes e seguiu para o Palmeiras Country Clube. A moça estava vestida com uma calça jeans e uma blusa de crochê na cor. Não há informações se ela saiu da festa acompanhada da festa.

Veja também:


A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem no caso. As informações podem ser direcionadas para o (88) 3677-4711, WhatsApp da Delegacia Regional de Sobral, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Ainda segundo familiares, Viviane foi à festa sem celular e documentos, portava apenas cartão de crédito e a chave de casa.

Siga o Diário Sobralense no Google Notícias e acompanhe as notícias do dia em primeira

Related

Sobral 5505056985370696993

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item