Laudo aponta que médica encontrada morta no banheiro teve um infarto

Ana Carolina Borges, de 30 anos, morreu no dia 24/1 no Hospital de Pronto Socorro de Cubatão, no litoral de SP. Polícia ainda investiga caso...

Ana Carolina Borges, de 30 anos, morreu no dia 24/1 no Hospital de Pronto Socorro de Cubatão, no litoral de SP. Polícia ainda investiga caso

Foto: Reprodução

São Paulo – A causa da morte da médica Ana Carolina Borges Gorga, de 30 anos, encontrada morta no banheiro do Hospital de Pronto Socorro de Cubatão, no litoral de São Paulo, foi infarto agudo do miocárdio.

É o que consta no laudo necroscópico divulgado pela Polícia Civil nesta quarta-feira (2/2). Ana Carolina Borges faleceu durante um plantão na unidade de saúde no dia 24 de janeiro.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), laudos complementares foram feitos e estão em andamento. Após serem finalizados, o resultado com as análises serão entregues para autoridade policial, que irá concluir o caso.

VEJA MAIS

A polícia segue com as investigações, que estão a cargo da 3ª Delegacia de região de Cubatão. Até então, a morte da médica era tratada como suspeita porque não haviam informações sobre o que levou a profissional a falecer.
Residência em cirurgia plástica

O corpo de Ana Carolina foi encontrado durante o plantão da profissional no Hospital de Pronto Socorro Central de Cubatão. O corpo dela foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande, onde passou por exames que detectaram o infarto.

Além de atuar no Pronto Socorro de Cubatão, Ana Carolina fazia residência de cirurgia plástica em um hospital particular de Santos, cidade vizinha.

Fonte: Metrópoles

Related

Brasil 1139840577965447372

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item