Servidores da Receita Federal aprovam greve

Decisão teve mais de 97% de apoio entre os 4.287 participantes; segundo presidente do sindicato, greve impactará importações e exportações, ...

Decisão teve mais de 97% de apoio entre os 4.287 participantes; segundo presidente do sindicato, greve impactará importações e exportações, mas não a saída de viajantes do país

Foto: Reprodução

Os auditores fiscais da Receita Federal anunciaram greve nesta quinta-feira (23), após reunião do Sindicato Nacional dos Auditores (Sindifisco).

A decisão teve mais de 97% de apoio entre os 4.287 participantes.

Conforme afirmou à CNN o presidente do Sindifisco, Kleber Cabral, a mobilização começa na prática na próxima segunda-feira (27). Ele explica que a maior parte dos auditores entrará em paralisação, com exceção da área aduaneira, em que as atividades continuarão mas em ritmo reduzido.

Com a greve aprovada, a operação padrão pode ter grande impacto nas importações e exportações, já que afeta órgãos responsáveis por controlar a entrada e saída de mercadorias.

Cabral ressaltou que a entrada e saída de viajantes do país não será afetada.

“Na área aduaneira, não é paralisação, é uma operação padrão, um aumento do rigor, o que acaba demorando mais, direcionado à importação e exportação de carga. Não haverá nenhum tipo de impacto na vida do viajante, do passageiro”, afirmou Cabral. Sobre todas as outras áreas, a decisão é paralisar, como o fluxo de informações e atendimento aos sistemas da Receita.

Também foi aprovada na reunião do sindicato o apoio aos funcionários que estão entregando os cargos na instituição. De acordo com o analista da CNN Caio Junqueira, hoje, um dos 10 superintendentes da Receita entregou o cargo.

Ainda segundo o analista, o Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e o secretário da Receita Federal devem se reunir na próxima segunda-feira (27) para tratar dos impasses.

O Ministério da Economia informou à CNN que não vai comentar a decisão da categoria.
Reajustes para servidores

O presidente Jair Bolsonaro (PL) considera destinar parte dos recursos reservados no Orçamento para o funcionalismo, que ainda não têm destinação certa, para os servidores da Receita.

“Se formos dar reajuste linear, vamos dar 0,6% de reajuste para todos nesses R$ 2 bilhões. A gente não quer cometer injustiças, nem pra mais e nem para menos”, disse o presidente durante a live semanal nesta quinta (23).

Fonte: CNN Brasil

Related

Brasil 3547198897284893371

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!


Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item