Doria vence as prévias do PSDB e será o candidato do partido a presidente da República

O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) anunciou neste sábado (27/11) que o governador de São Paulo, João Doria, venceu as prévias ...

O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) anunciou neste sábado (27/11) que o governador de São Paulo, João Doria, venceu as prévias do partido e será o candidato da legenda às eleições presidenciais de 2022.

Foto: Reprodução

Ele venceu nas prévias o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

Segundo o PSDB, Doria recebeu 53,99% dos votos dos filiados, somando 17.470 votos, de um total de 29.360 filiados que participaram das prévias.

Eduardo Leite teve 44,66% dos votos (11.295 votos) e Arthur Virgílio Neto, 1,35% (427 votos).

"Senhoras e senhores, tucanos e tucanas, brasileiros de todos os recantos do país, o PSDB decidiu que o nosso candidato à presidência da República em 2022 é o governador João Doria", anunciou o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo.

João Doria, de 63 anos, entrou na vida pública como secretário de Turismo de São Paulo e presidente da Paulistur (1983-1986) no governo Mário Covas.

Formado em jornalismo e publicidade, fundou em 2003 o grupo de empresários Lide.

Foi prefeito de São Paulo entre 2017 e 2018, renunciando ao cargo para concorrer ao governo do Estado, mesmo após prometer publicamente que completaria o mandato.

Elegeu-se ao governo paulista em 2018, ao atrelar sua campanha à do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), utilizando o slogan "BolsoDoria".

Posteriormente, rompeu com o presidente durante a pandemia, buscando afastar sua imagem da postura negacionista de Bolsonaro com relação ao vírus.As prévias do PSDB foram marcadas por uma falha no processo de votação, que adiou em uma semana a conclusão da escolha do candidato do partido à presidência.

O processo começou no domingo passado (21/11) mas foi interrompido após falhas no aplicativo de votação — o partido suspeita de ataque por hackers. Neste sábado, a votação começou às 8h e foi encerrada às 17h.

Esta foi a primeira vez que o PSDB realizou prévias para escolher seu candidato à presidência, num processo marcado por rusgas entre os candidatos e desgaste público da legenda.

Fazer democracia não é fácil, mas é o melhor caminho", declarou Doria neste sábado, antes do anúncio da sua vitória. "Estamos todos no mesmo barco. Queremos novo caminho de entendimento, dentro do PSDB e com outros partidos", completou.

Depois da vitória, Doria ironizou em sua conta no Twitter a consultoria de risco político Eurasia, que previu em relatórios o triunfo de Eduardo Leite nas prévias.

Tentativa de recuperar a relevância

Segundo especialistas ouvidos pela BBC News Brasil, as prévias do PSDB são parte de uma tentativa do partido de recuperar relevância e protagonismo no cenário político brasileiro.

O partido foi fundado em 1988, a partir de uma cisão do antigo PMDB (atual MDB) com uma inspiração na chamada social-democracia europeia. O PSDB venceu duas eleições presidenciais consecutivas (1994 e 1998), com Fernando Henrique Cardoso.

A partir de então, perdeu quatro disputas nacionais seguidas para o PT: 2002, 2006, 2010 e 2014. Apesar disso, manteve sua dominância em estados considerados poderosos como São Paulo e Minas Gerais e se consolidou, neste período, como a principal força de oposição aos governos petistas.

Após o impeachment de Dilma Rousseff (PT) em 2016, o PSDB se aliou ao então presidente Michel Temer (MDB) e passou a integrar diversos ministérios. Em 2018, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) preso como resultado da Operação Lava Jato, a expectativa era de que o partido pudesse voltar ao poder.

No entanto, seu candidato na época, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, ficou em quarto lugar com apenas 4,76% dos votos. Além disso, o partido viu sua participação na Câmara dos Deputados despencar. Em 2014, o PSDB elegeu 54 deputados e era a terceira maior bancada da Casa. Quatro anos depois, o partido elegeu apenas 29, ficando em nono lugar.

O desafio de João Doria em 2022 será grande, uma vez que ele não aparece entre os primeiros colocados nas pesquisas de intenção de voto realizadas até o momento. Nas pesquisas, Doria tem aparecido atrás de Lula, Bolsonaro, do ex-ministro Sergio Moro (Podemos) e de Ciro Gomes (PDT).

Fonte: BBC

Related

Politica 1031940992463881406

Veja também

Destaques da semana

Links indicados

Siga-nos no Telegram

Siga-nos no Facebook

Acompanhe-nos!



Sites Parceiros

GeraLinks - Agregador de links

Sites parceiros

38ba90fa0ec5e1eb24841c49ef10895998492859
item