Bolsonaro é citado em mensagem de celular de Dominguetti, que intermediou venda de vacinas

A perícia do celular do cabo da Polícia Militar Luiz Paulo Dominguetti, apreendido pela Polícia Legislativa na última quinta-feira, 1°, reve...

A perícia do celular do cabo da Polícia Militar Luiz Paulo Dominguetti, apreendido pela Polícia Legislativa na última quinta-feira, 1°, revelou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi citado em uma das mensagens sobre a negociação de vacinas. As conversas, obtidas pelo Jornal Nacional, aponta que o chefe do Executivo Federal foi informado do andamento das tratativas.

“Já houve três reuniões. Na última sexta-feira com o secretário Franco e um coronel. O dono da Davati enviou o e-mail pessoalmente. Segundo informações, o próprio presidente Bolsonaro já foi informado das vacinas”, disse Dominguetti, representante da Davatti Medical Supply, em uma das mensagens.

O homem, no entanto, não explica quem teria informado o presidente sobre a negociação, assim como não foi identificado o interlocutor com quem Dominguetti conversava. Em outras mensagens, o representante detalha como funcionaria a propina, em que ele receberia 25 centavos de dólar pela venda de cada dose. O total negociado era de 400 milhões de imunizantes.

Fonte: O Povo

Related

Politica 5690166735866416878

Links indicados

Destaques da semana

Siga-nos no Facebook

item